Vinte e seis alunos entre 4 e 6 anos do Centro de Educação Infantil Presipe, no Jardim Maragogipe (região central), participaram ontem à tarde de uma campanha de conscientização nas ruas vizinhas ao colégio. Eles distribuíram folhetos, entraram nos quintais, esvaziaram recipientes com água e deram informações aos moradores. A atividade foi coordenada por funcionários da 17 Regional de Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde.
''É necessário conscientizar desde cedo. Educação, todo mundo tem, mas assimilar noções de saúde é mais difícil'', explicou Walter Rodrigues, educador sanitário da 17. ''Sempre fizemos este trabalho. As crianças são importantes porque falam em casa, cobram dos pais'', acrescentou Osenilda Severina da Silva Baggio, diretora da escola.
A participação das crianças nas ações de combate à dengue foi enfatizada pela Secretaria de Saúde numa reunião realizada terça-feira com diretores das 68 escolas municipais urbanas, das 10 rurais e dos 12 centros de educação infantil. Ontem, seria realizada uma palestra para os pais na escola Pedro Vergara Côrreia, no Conjunto Mister Thomas (zona norte). Hoje, será a vez da escola José Garcia Villar, no Interlagos (zona leste).
''A grande maioria das escolas está com cartazes e tramando ações. Esperamos a definição da data do dia D para acertarmos uma grande participação'', afirma Eva Maria de Andrade Okawati, assessora educacional da Secretaria de Educação.