Com parceiros, coletivo distribui alimentos e produtos de higiene a 120 famílias carentes de Londrina


Laís Taine - Grupo Folha
Laís Taine - Grupo Folha

“Vai ajudar muito, um dia eu ajudei, mas agora eu que estou precisando”, emociona-se Rosângela Calazans, 53. A moradora do conjunto Jamile Dequech, zona sul de Londrina, era a primeira da fila entre as 120 famílias carentes que foram beneficiadas com alimentos e produtos de higiene. A ação promovida pelo coletivo Conexões Londrina contou com diversos parceiros e foi realizada neste sábado (1º). 

Com parceiros, coletivo distribui alimentos e produtos de higiene a 120 famílias carentes de Londrina
 

Cesta básica, kit de verduras, marmita, leite, kit de higiene pessoal, máscaras e álcool foram distribuídos seguindo as orientações de saúde. Calanzans chegou um pouco mais cedo e era a primeira da fila. “O pessoal da igreja passou em casa para saber como a gente estava e nos avisou sobre a distribuição hoje”, comenta.  




Ela é aposentada por invalidez, tem artrose crônica, desgaste nos ossos e a prótese no joelho dificulta a mobilização. Com um salário mínimo equilibra as contas que divide com o filho de 19 anos. “Ele conseguiu emprego agora, o que é muito bom, porque a gente não tem benefício e eu gasto muito com saúde”, revela. Calazans se entristece com a situação e menciona que os papeis se inverteram, ela que contribuiu a vida toda agora se vê pedindo socorro. “Mas vai passar, se Deus quiser”, sorri comovida. 

Rosângela Calazans foi a primeira da fila
Rosângela Calazans foi a primeira da fila
 

Marta de Souza, 43, precisou de apoio para levar os itens para casa. Ela cuida sozinha de oito filhos, entre eles, uma criança com necessidades especiais. “Agora estou recebendo o auxílio do governo e a gente sobrevive disso, porque não posso trabalhar, tenho que cuidar deles”, aponta. Minutos depois, o vizinho chegou para ajudar a carregar os itens. "Vai ajudar muito, porque a gente vive só com esse dinheiro e ainda tem gasto com remédio e tratamento da minha filha", aponta.

Marta de Souza tem oito filhos
Marta de Souza tem oito filhos
 

O Conexões Londrina é responsável por fazer a distribuição e a ponte entre líderes sociais e parceiros. Na ocasião, participaram Marmita do Bem, que compra as refeições dos pequenos comerciantes da cidade para distribuir a famílias carentes; Ong Acolher Bem, que atua com nutrição especial e doaram leite; Junto Somos mais Arquitetos, que disponibilizaram as cestas básicas; a Cufa Paraná, que junto com a ação nacional entre Boticário, Riachuelo e Rotary, distribuiu álcool gel e máscaras; além da ajuda da própria comunidade. 

Com parceiros, coletivo distribui alimentos e produtos de higiene a 120 famílias carentes de Londrina
 

“O Coletivo Conexões Londrina resolveu reformular essa estrutura para facilitar essas ações, porque a gente entende que educação social, cultura e valorização das periferias são importantes, mas é fundamental que a gente considere a necessidade do momento e a necessidade agora é ajudar pessoas que estão passando por situação de vulnerabilidade”, declara Lua Gomes, fundadora do coletivo.  


O novo formato surgiu em decorrência da pandemia no novo coronavírus, quando o coletivo percebeu que muitos londrinenses que já estavam em situação de vulnerabilidade passaram a sofrer ainda mais com a crise. Desde o início da pandemia na cidade, o coletivo já atuou em mais de 70 localidades com parceiros variados.  

Com parceiros, coletivo distribui alimentos e produtos de higiene a 120 famílias carentes de Londrina
 

“No nosso entendimento, dentro dessa corrente existem três grupos: as que querem fazer, as que podem fazer e as que sabem como fazer. Os que querem fazer são nossos parceiros, os que podem fazer são os doadores que financiam os projetos dos parceiros e os que sabem como fazer somos nós do coletivo, que ficamos na linha frente fazendo essa conexão entre as comunidades e os parceiros”, acrescenta Gomes. 



Para identificar as demandas de cada local, o coletivo entra em contato com os líderes das comunidades e passa a articular parcerias, mobilizar a comunidade e arrecadar doações para a distribuição. No dia marcado são distribuídas as senhas e cada representante da família previamente cadastrada retira seu kit. 




SERVIÇO 
O Conexões Londrina aceita doações de alimentos perecíveis e não perecíveis, moveis usados, fralda, leite, material fisioterápico, roupas e excedente de obras. Mais informações por meio da conta do Instagram Conexões Londrina ou pelo WhatsApp: (43) 9115-3182. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo