Crianças que participam do projeto Cidadão Mirim, desenvolvido pelo 5º Batalhão da Polícia Militar de Londrina, vão reforçar a luta contra a dengue na cidade. Ontem à tarde, cerca de 30 crianças começaram a receber orientações de agentes de saúde sobre a doença e o modo de evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.
Todos os 100 meninos que participam do projeto vão receber a orientação. O objetivo do trabalho, segundo o cabo Edson Balduíno Marinho, da PM, é mobilizar as crianças para repassar o que aprenderam nos bairros onde moram. Na próxima quarta e quinta-feira, as crianças vão sair com agentes de combate à dengue para visitar residências na Vila Recreio, Vila Marízia, Jardim Paulista, Santa Fé, Monte Cristo, Marabá e Interlagos. A maioria dos bairros fica na zona leste da cidade, região onde há maior incidência de casos de dengue. ''Retornamos das férias com uma grande tarefa'', enfatizou Marinho.
Segundo a agente de controle da dengue Irene Regina Varotto, uma das instrutoras, os meninos estão ansiosos para ajudar e se sentindo ''verdadeiros fiscais''. ''Na minha casa a tranqueira fica tudo debaixo do telhado, não junta água'', afirmou Wesley Viel Ribeiro, de 10 anos, mostrando o que aprendeu.
O projeto Cidadão Mirim atende no contra-turno escolar meninos com idade entre 8 e 13 anos, de bairros carentes da cidade. O objetivo do programa é preencher o tempo ocioso dos garotos com atividades físicas, educativas e culturais, incluindo acompanhamento psicológico, catequese, teatro e a prática de judô.