Colônia de férias em Curitiba
espera receber 8 mil crianças
Albari RosaA Secretaria Municipal da Criança oferece atividades para menores de rua. Ontem, 14 deles visitaram o Museu de Arte ContemporâneaO mês de janeiro é o pior das férias escolares para crianças entre 7 e 14 anos. Sem aulas e com os pais trabalhando, muitos ficam o dia inteiro em casa sem ter o que fazer. Alunos de pré-escolas ainda têm a opção das colônias de férias nos estabelecimentos onde estudam. Para diminuir o estresse e os riscos de acidentes domésticos existem as colônias de férias ‘‘abertas’’ para crianças com mais de 7 anos, organizadas pela Prefeitura de Curitiba. A partir do dia 17, a Secretaria Municipal de Esportes começa a programação da colônia de férias desse ano.
A colônia de férias da Secretaria de Esportes deve reunir cerca de 8 mil crianças em três semanas. Ela acontecerá nas oito administrações regionais do município, sempre no período da tarde. ‘‘Uma pesquisa mostrou em que locais há mais demanda de crianças por esse tipo de atividade’’, explicou ontem o Secretário de Esportes, Adalberto Luis Medeiros.
Cada semana, a colônia de férias da prefeitura vai funcionar em um local próximo a uma das administrações regionais. Os pais das crianças poderão fazer as inscrições em qualquer Rua da Cidadania. ‘‘Quando fazem a inscrição, os pais ficam sabendo como será a programação e as atividades que seus filhos participarão’’, contou. Não há cobrança de taxas.
Além das brincadeiras, os participantes terão palestras e visitas a pontos turísticos da cidade. Na visita à Universidade Livre do Meio Ambiente, as crianças conhecerão por maquetes e quebra-cabeças os parques da cidade e os programas de preservação ambiental. No zoológico, os orientadores explicarão a origem e os cuidados que cada animal deve receber. ‘‘As crianças da periferia não conhecem os pontos turísticos de Curitiba, que fazem nossa cidade ser conhecida em todo o País, queremos modificar isso.’’
Não são apenas as crianças em férias escolares que têm programação especial em janeiro. Um programa da Secretaria Municipal da Criança oferece atividades para menores de rua. O programa Criança em Segurança atende menores entre 14 e 17 anos. Ontem, um grupo de 14 menores visitou o Museu de Arte Contemporânea, em Curitiba. Um dos objetivos do programa é mostrar aos menores infratores que existe uma opção à vida nas ruas. (E.C.)