Betânia Rodrigues
De Londrina
Especial para a Folha
A Companhia de Habitação de Londrina (Cohab-LD) vai construir este ano mais três mil casas populares dentro do Projeto Renascer. A afirmação é do diretor-presidente Assad Jannani, que ontem assinou a ordem de serviço do condomínio Residencial Aurora Tropical. Além dele, também subscreveram o documento o prefeito Antonio Belinati (PFL); Horácio Pires Lima Filho, da HLC Construções Ltda e Renato Lopes, gerente da loja de materiais de construção Bordignon.
O condomínio Aurora Tropical fica no Jardim Tóquio, zona oeste da cidade. Ele terá 204 casas de 61 metros quadrados divididas em sobrados duplex geminados. De acordo com Jannani, a obra começa, no máximo, em 15 dias e deve estar concluída até o final de julho deste ano.
Essas unidades são destinadas às 26 mil famílias do Programa Poupalar. Para participar desta poupança, a família paga, em média, 10% da renda mensal sem comprovação de ganhos.
O Aurora Tropical é o segundo empreendimento do Projeto Renascer, que deve entregar em março o condomínio Ilha Bela, com 360 casas, na zona leste de Londrina. Entre os dias 10 e 29 de fevereiro, serão efetuados os lances para o condomínio Ilha Bela. Eles poderão ser enviados através de carta, telefone ou comparecimento à sede da Cohab-Londrina. As inscrições para o Poupalar serão retomadas em abril. Ele é uma das formas de captação de renda do Projeto Renascer.
Das três mil casas que serão construídas este ano, 400 ou 600 farão parte do condomínio Novo Horizonte que será implantado na zona norte. Este será o primeiro conjunto do Projeto Renascer que reunirá três tipos de unidades populares (casas, apartamentos e duplex geminados).
‘‘Até agora, todas as nossas expectativas em relação ao Projeto foram excedidas. Graças à parceria estamos conseguindo construir casas de qualidade a um custo baixo’’, disse o diretor-presidente da Cohab.
A Bordignon será a fornecedora do material de acabamento para todas as unidades do Projeto Renascer. No condomínio Ilha Bela, ela vai realizar um acabamento diferente em três casas que servirão de amostra para os futuros moradores. O gerente da loja, Renato Lopes, disse que a Bordignon vai doar 2,5% do faturamento obtido com a venda de materiais para o Fundo de Suplemento de Renda do Projeto. ‘‘O Renascer é uma iniciativa tão boa que deveria ser adotada como modelo em várias cidades do País’’, disse o prefeito Antonio Belinati.