LIXO -

CMTU retira 880 caminhões de entulho do antigo Morro do Carrapato

Local na zona leste de Londrina sempre foi conhecido pelo despejo irregular de entulhos; poucos dias após limpeza espaço já começou a receber lixo novamente

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

CMTU retira 880 caminhões de entulho do antigo Morro do Carrapato
Pedro Marconi - Grupo Folha
 


Ponto antigo e problemático por conta do despejo irregular de lixo, o terreno que fica às margens da rua Ernesta Galvani dos Santos, no jardim Monte Cristo, zona leste de Londrina, foi limpo pela CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização). O trabalho vem acontecendo desde o início do ano e foi intensificado nos últimos 60 dias. Ao todo, foram retirados 880 caminhões de entulho do local, que fica perto do antigo Morro do Carrapato. 


Mesmo com o aviso logo na entrada da área informando sobre a proibição de jogar lixo e destacando os telefones disponíveis para denúncia, o terreno já voltou a receber novos despejos poucos dias depois da limpeza. Neste início de semana, já era possível encontrar garrafas, roupas, plástico e até restos de móveis. Uma família montou um barraco e se instalou na estrada da terra. 




Morando na região há 40 anos, o pedreiro Luiz Francisco de Freitas afirmou que muitos carroceiros e pessoas que fazem frente usam o lugar para jogar o que recolhem. Segundo ele, caminhões também costumam ser vistos fazendo o mesmo. “Não adianta. A prefeitura limpa e logo está sujo de novo. A estrada fica tomada pela sujeira e é difícil até de passar”, lamentou. 


A situação contrasta com uma ação promovida por alguns moradores há poucos metros do terreno, na rua Coronel Luiz Gastão Richter. Num espaço que era mato, a população montou um jardim, utilizando pneus como vasos. “Estou tentando aumentar esse jardim para mais uma parte do terreno”, destacou a dona de casa Daiana Amaral da Silva. “Deu uma diminuída os despejos nestes últimos dias. Temos muito medo da dengue”, apontou. 

 

Apesar da limpeza, lixos já voltaram a ser jogados irregularmente no terreno
Apesar da limpeza, lixos já voltaram a ser jogados irregularmente no terreno | Pedro Marconi - Grupo Folha
 


Entre a rua Coronel Luiz Gastão Richter e a estrada de terra da Ernesta Galvani dos Santos a CMTU colocou barreiras de concreto para dificultar o acesso. “Tinha que ter mais fiscalização. Os concretos ajudam, mas se a pessoa der a volta consegue jogar lixo do mesmo jeito. Descarregam muitos restos de materiais de construção”, analisou a aposentada Maria Aparecida Bernardo. A companhia garantiu que fiscaliza o local constantemente.


MULTA 

Jogar lixo, entulho e outros detritos em áreas públicas e particulares de Londrina é infração prevista no Código de Posturas do Município. A multa varia entre R$ 60 e R$ 3 mil. Se enquadrada como crime ambiental, a atitude ainda pode render autuação de até R$ 50 milhões. “Agora cabem as pessoas se conscientizarem e evitar o descarte irregular de lixo no local”, advertiu o presidente da CMTU, Marcelo Cortez. 


MUTIRÃO

Nesta semana, os mutirões de limpeza do poder público municipal acontecem nos bairros São Lourenço, Santa Joana, Cristal e Jatobá, na zona sul. Na semana passada foram 11 localidades da região leste que receberam o projeto. A atividade também tem como objeto eliminar focos do mosquito Aedes aegypti. 


PEV

Em Londrina, dois PEV (Pontos de Entrega Voluntária) continuam funcionando para receber entulho, nas zonas leste e norte. O horário é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h45, e sábado, das 8h às 11h45. Nos pontos, no jardim Califórnia e residencial Vista Bela, podem ser levadas madeiras, um colchão e um sofá por descarte e resíduos verdes e podas de árvores, exceto do da região leste. 


Barreiras foram colocados para impedir acesso de quem quer descartar materiais
Barreiras foram colocados para impedir acesso de quem quer descartar materiais | Pedro Marconi - Grupo Folha
 




SERVIÇO - Denúncias de despejos irregulares podem ser feitas por meio dos telefones 3372-4750 (Sema), 0800 6430304 (Força Verde) e 3379-7954 (CMTU). 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo