Marcos Zanatta
De Maringá
A Clínica Odontológica da Universidade Estadual de Maringá (UEM) está trabalhando com 100% dos recursos repassados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). ‘‘Graças a um modelo de gestão implantado a partir de 1998’’, revela o professor Gilberto Pucca, chefe do Departamento de Odontologia. O primeiro passo do departamento foi apresentar um projeto ao Conselho Municipal de Saúde, pedindo o aumento do repasse da verba do SUS. O pedido foi atendido em maio de 99, ampliando em 50% a verba da clínica. Hoje, a clínica recebe R$ 5 mil ao mês do SUS.
De imediato, o número de procedimentos aumentou quase que na mesma proporção. Em abril, a clínica realizou 1.619 procedimentos, que saltaram para 2.333 no mês seguinte. A diferença de um ano para outro também foi significativa, partindo dos 19,3 mil procedimentos em 1998 para 26,4 mil ano passado. ‘‘Conseguimos ampliar também o número de pacientes’’, diz Pucca. Dos 2.646 atendidos em 98, a clínica passou para 6.190 no ano passado. Os serviços terceirizados foram retomados. A centralização das compras diminuiu em 60% os custos dos materiais utilizados.