|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

DOR DE CABEÇA 5m de leitura Atualizado em 01/12/2021, 17:29

Centro de esporte e lazer do Lagoa Dourada é alvo de criminosos

Ladrões estão furtando cabos de iluminação que foram “enterrados”; revitalização do espaço foi entregue há poucos meses

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Reinaugurado de forma oficial há menos de seis meses, o Centro de Esporte e Lazer do jardim Lagoa Dourada, na zona sul de Londrina, já se tornou alvo de criminosos. A fiação de parte do espaço, que passou por uma grande revitalização, está sendo furtada. Segundo moradores, há cerca de uma semana eles têm observado buracos na terra e nos últimos dias os fios de iluminação foram levados. 

Bandidos escavaram e quebraram as caixas que protegiam os fios
Bandidos escavaram e quebraram as caixas que protegiam os fios |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

Uma das áreas que estão no escuro é a quadra esportiva. A fiação dos postes foi arrancada, mesmo estando embaixo da terra. Os infratores escavaram, tirando a grama, e quebraram as caixas que protegiam os cabos. “Cada dia estão tirando um pouco. Na madrugada de terça (30) para quarta-feira (1º) um morador ficou vigiando e não furtaram. Ele ficou de campana e viu uma movimentação, chamando a polícia. Quando chegaram já não tinha ninguém”, relatou o presidente da associação de moradores, Valdecir Barbosa. 

Os frequentadores do lugar contaram que a maioria dos postes que ainda estão acendendo fica no entorno do lago. “Ficamos de mãos atadas. Além dos furtos são pichações, lixo. Isso nos deixa indignados. Atrás da igreja Católica, por exemplo, arrancaram toda a fiação. A GM (Guarda Municipal) até vai à tarde, fica com a viatura, mas o problema é durante a noite e a madrugada”, alertou. 

A situação já está deixando os moradores da região receosos e inseguros. “É uma área de mata grande. Sem iluminação pode atrair usuários de drogas, ladrões. Dá medo de chegar e sair de casa quando escurece. Não está fácil”, destacou uma moradora da localidade, que preferiu não ter o nome divulgado. A reportagem constatou alguns buracos ao lado dos postes de iluminação, mas os fios ainda não foram cortados. “Se ninguém fizer nada, vão terminar de furtar o que ainda está funcionando”, acrescentou. 

O presidente da associação do bairro disse que protocolou na prefeitura pedido para instalação de câmeras de videomonitoramento. “Falam que estão analisando o caso. O resultado da falta das câmeras são esses furtos. Os equipamentos poderiam inibir os criminosos e os vândalos”, advertiu Barbosa. 

MELHORIAS

O espaço fica entre as ruas Adriano Marino Gomes e Deputado Aguinaldo Pereira Lima. A reforma do “Zerinho” do Lagoa Dourada, como também é chamado, teve a ordem de serviço autorizando as melhorias assinada em março do ano passado. A finalização deveria ter acontecido em seis meses, no entanto, houve atraso e a entrega oficial para a população foi em junho deste ano. Entre as intervenções promovidas estão a construção de calçadas, rampas de acesso e caminhos internos pelo fundo de vale, além da colocação de luzes de LED. 

REPAROS

A Prefeitura de Londrina, por meio da secretaria municipal de Obras e Pavimentação, destacou que a fiação foi “escondida” justamente para evitar intercorrências. Servidores da pasta estavam fazendo o levantamento do prejuízo nesta quarta-feira (1º) e seria feito o encaminhamento da solicitação de reparos para a Londrina Iluminação. A empresa informou que “existe um protocolo a seguir” e até a manhã de quarta aguardava a “formalização da prefeitura sobre o caso, o que pode acontecer a qualquer momento.” 

O secretário de Defesa Social, Pedro Ramos, garantiu que o patrulhamento é feito no fundo de vale, inclusive à noite. "O que poderia ocorrer é uma maior participação da população fazendo as denúncias no momento em que os fatos estejam acontecendo para facilitar um flagrante. Outras medidas de segurança são câmeras que facilitam a fiscalização à distância", comentou.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM