Centro de Atendimento à Dengue em Londrina será desativado

Fechamento foi motivado por queda na procura; boletim divulgado pela Saúde nesta quinta aponta que cidade tem 17.247 casos confirmados da doença neste ano

Reportagem local
Reportagem local

O Centro Especializado em Atendimento à Dengue de Londrina, localizado no Centro de Convivência da Pessoa Idosa Norte, será desativado a partir desta sexta-feira (5). A unidade deixará de funcionar devido à queda no número de atendimentos. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, no início do funcionamento, havia uma média diária de 350 pessoas, nos 30 primeiros dias, procurando o Centro. Na última semana, foram registrados cerca de 20 atendimentos diários. Na quarta-feira (3), até as 19h, foram atendidas apenas 12 pessoas no local.


Centro de Atendimento à Dengue em Londrina será desativado
 


Segundo a gerente de Urgência e Emergência da secretaria, Renana Morais Alves, o centro foi criado devido a um aumento muito grande de casos de dengue em Londrina,  principalmente na zona norte. “Agora, com a queda nas notificações, podemos devolver o espaço à Secretaria do Idoso."




Para os casos relacionados à dengue, a população pode procurar o Pronto Atendimento do Maria Cecília, que funciona das 7h até 1h, na Avenida Saul Elkind, 892. As Unidades Básicas de Saúde também estão recebendo pacientes com suspeita de dengue. As exceções ficam por conta das seis unidades direcionadas apenas para o atendimento de casos relacionados ao coronavírus e a doenças respiratórias: Guanabara (centro), Bandeirantes (oeste), Ouro Branco (sul), Chefe Newton e Maria Cecília (norte) e Vila Ricardo (leste), e também a Unidade de Pronto Atendimento do Jardim Sabará, que funciona diariamente, 24h, somente para esta finalidade.


BOLETIM DOS CASOS

De acordo com boletim divulgado pela Saúde nesta quinta-feira, na 23ª semana epidemiológica do ano, a cidade registra 42.863 notificações relacionadas à doença, das quais 17.247 foram confirmadas, 5.409 descartadas e 20.177 estão em andamento, aguardando o resultado de exames laboratoriais.




Nas ultimas quatro semanas de 2020 foi registrada uma queda exponencial no número de notificações. Foram 22 na vigésima semana, 14 na vigésima primeira, 11 na vigésima segunda e sete na anterior. A cidade também registra 40 óbitos relacionados à dengue, dos quais 25 foram confirmados, cinco descartados e 10 estão em investigação.


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo