Paulo Pegoraro
De Cascavel
Catadores de papel e outros materiais recicláveis, de Cascavel, terão suas atividades organizadas através do programa municipal Simplesmente Cidadão, em parceria com entidades. O programa, que compreende também ações sociais, envolve 391 famílias – entre as quais estão as dos catadores – de bairros da zona norte da cidade. Uma pesquisa comprovou a situação de extrema pobreza naquela região.
A organização dos catadores, que atuarão uniformizados e receberão carrinhos padronizados, começa com um grupo de 38 pessoas que estão sendo orientados sobre leis de trânsito, entre outros temas. No caso de mulheres, elas não deverão trabalhar acompanhadas de filhos menores (que serão encaminhados para escolas e creches).
O programa pretende também reduzir casos de alcoolismo com ações psicossociais e de saúde, e orientar sobre higiene e saneamento e geração de renda. Das 391 famílias pesquisadas, 181 têm chefes desempregados, falta água tratada, energia elétrica, quando usada, provém de ligações clandestinas e banheiros são artigos de luxo.
O Simplesmente Cidadão prevê também a construção de pequenas moradias e aplicação do Programa de Saúde Familiar, orientado pelo Ministério da Saúde, para atendimento domiciliar, cursos profissionalizantes, alfabetização de adultos, palestras e orientações sobre saúde, violência, relação entre pais e filhos, drogas, gravidez precoce e doenças sexualmente transmissíveis. Sanepar, Copel e entidades não-governamentais devem participar das ações.