Maurício Borges
De Apucarana
A polícia de Apucarana recuperou ontem uma carga de agrotóxicos avaliada em R$ 100 mil. Os produtos haviam sido roubados segunda-feira da Casa Agropecuária Hortifértil, que fica em Marilândia do Sul (34 km ao sul de Apucarana). A apreensão foi feita numa construção do comerciante Hélio Ferreira, no Jardim Marissol, na zona sul da cidade.
Ouvido ontem na delegacia, o comerciante alegou que nada sabia sobre os agrotóxicos apreendidos na sua obra. Ele declarou que paralisou a obra há alguns meses por falta de recursos.
Segundo informou o delegado Hélio Nunes Pires, foi recuperado 80% da carga roubada em Marilândia. Ele relacionou 14 caixas de Manzate R-800, 55 caixas de Benlate-500, 7 caixas de Podium e 2 caixas de Match-CE.
O assalto praticado por uma quadrilha de sete homens armados foi ousado. O grupo chegou no estabelecimento às 7h45 e surpreendeu o proprietário e seis funcionários. Depois, rendeu oito clientes. Todos foram levados para o escritório e amarrados com fios elétricos.
A própria quadrilha carregou a carga de agrotóxicos num caminhão Mercedes Benz, modelo 608, com placa de Anápolis (Goiás). A ação dos marginais durou 45 minutos e, na fuga, eles também levaram um Fusca do estabelecimento.
Em Rolândia, a Polícia Militar conseguiu prender na madrugada de ontem Carlos Alexandre de Deus Silva, 28 anos, acusado de praticar vários assaltos na região norte da cidade. Silva foi encontrado em um matagal, quando escapava da perseguição policial feita após assalto a uma lotérica na noite de anteontem. Ele agia com Andrelino Rodrigues, preso na semana passada. Ambos foram reconhecidos pelas vítimas. (Colaborou Lúcio Flávio Moura)