|
  • Bitcoin 149.969
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2158
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 21/03/2022, 13:02

Bandidos fazem funcionários da Copel reféns em Londrina e roubam materiais

Criminosos permaneceram no almoxarifado da companhia que fica na zona leste de Londrina por quase 12 horas

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 21 de março de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Reprodução Copel/Arquivo
menu flutuante

Funcionários da Copel viveram momentos de tensão em Londrina. Bandidos roubaram o almoxarifado da companhia que fica no Parque das Indústrias Leves, na zona sul de Londrina, no domingo (20). Segundo o boletim de ocorrência, quatro homens chegaram no lugar por volta das 10h com uniformes da Copel. Eles renderam o vigilante e anunciaram o assalto. 

Ao longo do dia, várias carretas foram até local, com os ladrões pegando diversos objetos, como fiação e outros materiais que eram usados para manutenção das instalações da rede elétrica, e enchendo os veículos. No final da tarde, o supervisor também foi rendido ao chegar para trabalhar. O mesmo aconteceu com outro vigilante, já durante a noite, no momento em que foi fazer a troca de turno. 

Após quase 12 horas de assalto, os criminosos fugiram levando os materiais, uma arma de fogo, munições e o carro de um vigilante. O automóvel foi encontrado abandonado nesta segunda-feira (21) numa área de mata na zona norte. “Estava com pneu furado e danos", afirmou o tenente Emerson Castro, porta-voz da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar. Ninguém foi preso. 

Por meio de nota, a companhia confirmou que precisou acionar as forças da segurança após nova invasão ao almoxarifado. “A empresa está colaborando com o trabalho da polícia a fim de identificar os responsáveis e recuperar os danos materiais”. O texto ainda ressaltou “a importância de compradores exigirem a certificação de origem dos materiais adquiridos, para não tornarem cúmplices desse tipo de ação criminosa.” 

De acordo com informações disponibilizadas no site da companhia, o almoxarifado em Londrina tem mais de dois mil itens, com um estoque em patrimônio avaliado em R$ 21 milhões. A Copel não divulgou o valor do prejuízo.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.