Atividades gratuitas para mulheres em Londrina

Oficina de ioga, pilates e dança do ventre estão entre as diversas opções oferecidas no Centro de Oficinas para Mulheres

Laís Taine - Grupo Folha
Laís Taine - Grupo Folha

“Inspira... Expira...” Sentadas sobre colchonetes, 12 mulheres seguiam a instrução da professora na primeira oficina gratuita de ioga, realizada na manhã de terça-feira (18), no Centro de Oficinas para Mulheres (antiga Casa da Mulher), na avenida Higienópolis (área central de Londrina). A atividade é promovida pela SPMP (Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres) e faz parte da programação que contempla oficinas, workshops e palestras em diversas áreas para gerar conhecimento, autonomia, saúde e qualidade de vida ao público feminino. 


Atividades gratuitas para mulheres em Londrina
Lais Taine - Grupo FOLHA
 




Rosemari Garcia da Silva, 67, mora no jardim Leonor (oeste) e pegou dois ônibus até o local para participar da atividade. “Sempre quis fazer, mas nunca tive oportunidade. Meu sobrinho ficou sabendo e me avisou, então eu vim ver como é”, comenta. Silva cuidava do marido doente até ficar viúva há seis meses. “Meus dois filhos estão casados, então agora eu tenho tempo. Pela primeira experiência eu achei ótimo. É bom até para interagir com as pessoas, fazer amizade”, comenta. Sobre a distância, não reclama. “Foi ótimo, valeu a pena”, brinca. 




A mesma sensação é compartilhada por Queila Spoladore, 50, funcionária pública, que vive na Vila Fujita (centro) e buscava uma atividade diferente que envolvesse equilíbrio do corpo e mente. Na ioga do Centro de Oficinas ela viu a oportunidade da prática e da convivência. “Eu acho isso muito rico, questão da diversidade, troca de experiências com outras mulheres”, afirma. Para ela, a ação pode trazer mais que benefício físico. “Toda atividade em grupo acaba fortalecendo, porque a mulher não se sente sozinha, e pode se abrir para conversar”, aponta. 


DIVERSOS SEGMENTOS

De oficinas sobre cuidados com a pele, modelagem de roupa, workshop de pães a dança do ventre, pilates e ioga, o Centro de Oficinas para Mulheres tem atuado em diversos segmentos para oferecer fontes de renda alternativas, qualidade de vida e autonomia para as londrinenses. Com a introdução de atividades físicas na programação, busca-se também contribuir com a saúde e autoestima das participantes.  


“Não é só questão de saúde, mas social, trazer convivência para essas mulheres. Muitas delas os filhos cresceram, não têm recurso, as atividades físicas vêm para diminuir o estresse e torná-las mais dispostas para enfrentar o dia a dia”, comenta o gerente de ação formativa da SMPM, Almir Moreira Júnior. “A pretensão é que todo dia tenha uma atividade para que elas sejam mais independentes e não precisem de um filho ou marido para realizarem o que desejam”, acrescenta. 


VOLUNTARIADO

As oficinas contam com a colaboração de voluntários, como o caso de Camila Tabosa, que é professora de kundalini yoga em um estúdio na zona oeste da cidade. “Fui convidada por outra instrutora que dá aulas aqui, eu já estava procurando algo assim, porque me relaciono com a causa da saúde e bem-estar da mulher. É questão de sororidade a gente se erguer e se ajudar”, afirma.  


Para ela, a ioga pode contribuir em diversos aspectos. “Nos torna mais conscientes si mesmos, conseguimos estar presente no momento, é bom para enfrentar situações de estresse, de conflito, porque se adquire uma memória de respiração para lidar com aquilo”, aponta. Com isso, acredita que a prática pode beneficiar as mulheres. “Espero que elas tenham mais autonomia, mais consciência e coragem para serem quem elas são”, defende. 


No último dia 4, o Centro também inaugurou a cozinha industrial que vai funcionar para realização de oficinas de culinária. Na ocasião, em parceria com o Senac, foi promovido o workshop de produção de pães. Em fevereiro, 12 atividades foram programadas com 227 vagas no total. Qualquer mulher maior de 18 anos pode se inscrever. 




SERVIÇO - Interessadas em participar das atividades ou atuar como voluntárias podem se inscrever pelo telefone (43) 3378-0111 ou 3378-0112. As vagas são limitadas. O Centro de Oficinas para Mulheres fica na rua Valparaíso, esquina com avenida Higienópolis, no Parque Guanabara

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias