O vice-prefeito e secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, João Mendonça, garantiu que a estrada de Guairacá será pavimentada em sua totalidade em 2018 e que os outros distritos também receberão serviços asfálticos. Ele afirmou que o novo contrato firmado é diferente do anterior e prevê que a empresa contratada faça todo o serviço. O investimento será de R$ 3,3 milhões, sendo R$ 1,8 milhão do governo do Paraná e R$ 1,5 milhão do município. O valor do repasse será dividido em seis parcelas.

"No convênio anterior houve uma série de problemas porque a prefeitura ficou responsável por fazer a terraplanagem e a empresa por colocar as pedras. O município, porém, não fez a parte dele. Em 2017 tentamos dar prosseguimento, mas o contrato acabou vencendo. Como a próxima empresa será responsável por tudo, não teremos esse tipo de intercorrência. Então, a comunidade vai ter neste ano a estrada pavimentada", projeta. A rodovia Gustavo Avelino Correia também serve de trajeto para moradores do assentamento Eli Vive e de várias chácaras.

O documento com a assinatura do convênio será publicado em Diário Oficial. A partir disto será feito o repasse do governo estadual referente à primeira parcela. Assim, no prazo de 30 dias, a prefeitura deve iniciar o processo de licitação para contratar a empresa que fará a obra. O trâmite para o processo licitatório deve levar cerca de 90 dias, sendo finalizado no final de março. Sobre as ruas internas do distrito, o secretário informou que irá procurar a associação de moradores do local para elencar quais são as adversidades.

Em relação às vias deterioradas em Irerê, Mendonça afirmou que não era de conhecimento da pasta, mas que iria verificar o que poderia ser feito, tanto na rua Silvério Vieira, quanto na rua Antônio Calheiro. "A partir do momento que melhorar as vias, no geral, é possível levar outros benefícios aos distritos, como incentivo para que os moradores montem agroindústrias."

Segundo dados da administração municipal, dos 803 quilômetros de extensão de estradas rurais do município, cerca de 645 não são pavimentados. Mendonça ressaltou que um levantamento foi feito para verificar o estado das vias nos distritos. "Durante os próximos anos todos os distritos receberão uma atenção especial. Eles terão serviço de recape asfáltico, tapa-buracos e em alguns casos será necessário até refazer a pavimentação. Vamos estudar como isso será executado", explicou. Por conta das condições, a pavimentação ficará a cargo da Pavilon (Serviço de Pavimentação de Londrina) ou de uma empresa contratada.