Osmani Costa
De Londrina
O investigador da Polícia Civil Valdir Azolini, acusado de receptação de automóvel roubado, apresentou-se na tarde de ontem ao delegado de Cambé (13 km a oeste de Londrina), Antônio do Carmo, e está preso à disposição da Justiça. Ele estava foragido há cerca de dez dias, desde que fora decretada a sua prisão provisória.
O investigador Azolini, que trabalhava na delegacia de Cornélio Procópio (65 km a leste de Londrina), está sendo acusado de ter receptado uma caminhonete Silverado pertencente ao comerciante Marcelo Antônio Lizoti, roubada em dezembro do ano passado em Cambé.
De acordo com o delegado Antônio do Carmo, no início deste mês o investigador procurou uma oficina de Cambé para tentar modificar o motor da cominhonete de diesel para gasolina. Foi através do dono da oficina, que não aceitou fazer o serviço, que a polícia de Cambé chegou até Azolini e recuperou o veículo.
Segundo o delegado, Azolini manteve ontem a versão inicial de que é inocente e teria ido à oficina de Cambé para fazer uma simulação, dando continuidade às investigações que realizava em relação ao grande número de roubos e furtos de automóveis em Cornélio Procópio. O investigador disse que tinha suspeita de que a oficina funcionava como desmanche de carros roubados.