Acusado de matar empresário é preso Mais um acusado pelo assalto que terminou com a morte do empresário Arnaldo Walter Bronzel, em março do ano passado, em Campo Mourão, foi preso pela polícia. Júlio César Terres, o ‘‘Juninho’’, foi preso em Curitiba e, transferido para Campo Mourão, confessou participação no assalto. Ele disse que quem atirou no empresário, pioneiro da cidade, foi Gilberto Jonas do Nascimento, o ‘‘Beto’’, que foi encontrado morto com 9 tiros no ano passado, em São Paulo. Dos cinco acusados pelo crime, dois continuam foragidos: Antônio Sabino Dutra, o ‘‘Fernando’’, e Luciano Ribeiro de Castro que chegou a ser preso, mas fugiu da cadeia em Curitiba, no ano passado.