Acesf e Orquidário realizam parceria ambiental


Aline Andrade Faria Reportagem Local
Aline Andrade Faria Reportagem Local
Acesf e Orquidário realizam parceria ambiental
Gina Mardones



Com o objetivo de dar a destinação correta aos vasos de flores deixados pelos visitantes nos cemitérios municipais de Londrina, a Administração de Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina (Acesf) firmou parceria com a equipe do Orquidário da Universidade Estadual de Londrina (UEL). A ação é realizada desde março e tem benefícios econômicos e, principalmente, ao meio ambiente.

São 13 cemitérios municipais, onde são depositados, mensalmente, de 500 a 800 recipientes de flores. Esse número se eleva bastante em datas especiais, como no Dia das Mães e Finados. Cerca de dez dias após os vasos serem deixados e as flores envelhecem, os recipientes são recolhidos pela equipe da Acesf, limpos e enviados ao Orquidário. Em troca, a equipe da UEL já entregou 200 mudas de orquídeas, que foram colocadas nas árvores do Cemitério Jardim da Saudade (zona norte).

O superintendente da Acesf, Douglas Pereira, afirma que a parceria traz grandes vantagens, como a destinação correta do material que antes abarrotava um espaço na autarquia – antes o número de vasos passava dos 100 mil. "Eu vejo como muito rica essa ação" afirma Pereira.

Os vasos que são doados passam por processo de assepsia e colocados ao sol. Após essas etapas, eles ficam prontos para o plantio das flores. Atualmente são mais de 200 espécies de orquídeas, além de outras variedades de plantas disponíveis, como rosa do deserto, bromélias e suculentas.

"O vaso é um material de plástico, que se não reaproveitarmos acaba indo para o lixo e demorando cerca de 200 a 300 anos para se decompor" explica o coordenador do Orquidário, Ricardo Tadeu Faria, sobre a importância da reutilização do produto.

Faria ressalta que a parceria beneficia a todos. "O 'lixo' é transformado e utilizado no plantio de flores. Além disso, para nós do Orquidário tem uma economia grande, cerca de R$ 8 mil só na primeira ação realizada", observa.


EDUCAÇÃO
A parceria entre a Acesf e Orquidário inclui ainda ações de educação ambiental nas escolas da rede municipal. Segundo Pereira, a Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico (zona leste) foi uma das unidades beneficiadas com a doação de vasos e com orientações sobre o cultivo da flores. Uma parte da produção de orquídeas da escola foi entregue às mães dos alunos, em homenagem ao Dia das Mães, e o restante será comercializado na Feira do Empreendedor que acontecerá em outubro. A arrecadação com a venda das plantas será revertida para a Associação de Pais e Mestres (APM). O diretor da escola, Silvio Aparecido Sposito, ressalta que a ação é muito boa, beneficia na educação dos alunos e auxilia financeiramente a instituição.

Atualmente, segundo informações da Acesf, são cerca de 30 ofícios de escolas solicitando a participação no projeto.


SERVIÇO – Escolas interessadas na doação de vasos e na ação educativa podem ligar para (43) 3372-7850.



DEZ MIL PLANTAS

Coordenador do Orquidário, Ricardo Tadeu Faria
Coordenador do Orquidário, Ricardo Tadeu Faria | Gina Mardones



O Orquidário da Universidade Estadual de Londrina (UEL) foi criado em 1997, por iniciativa do professor Ricardo Tadeu Faria. O projeto que começou em um local simples, com estrutura de madeira, foi sendo ampliado e hoje ocupa uma área de aproximadamente 2 mil metros quadrados, com dez casas de vegetação – as estufas para plantio e manutenção das flores - e um laboratório de cultura de tecido para estudos de criopreservação (conservação) e micropropagação (clonagem) de orquídeas. Os processos já geraram formações de plantas raras, de cores diferentes e mesclas.

O laboratório visa fornecer mudas produzidas no local, evitando a coleta no ambiente natural, o que leva à extinção de muitas espécies. Já o projeto na universidade objetiva principalmente que os alunos tenham acesso à estrutura, aparatos e utilize para os estudos das disciplinas.

Em um levantamento realizado no Orquidário, em 2015, foram identificadas 10.099 plantas de 245 espécies, distribuídas em 89 gêneros, totalizando 4.273 Plantas. Os gêneros com maior número de espécies foram Cattleya, Coelogyne, Dendrobium, Laelia e Oncidium. Atualmente, o orquidário possui 5.826 híbridos de orquídeas.

Além da produção, o Orquidário também disponibiliza as plantas para comercialização, todas as sextas-feiras, das 8h30 às 15h30. Os valores variam de R$ 5 a R$ 40. Toda a renda arrecadada é utilizada na manutenção do projeto.


SERVIÇO
O Orquidário da UEL está localizado na Rodovia Celso Garcia Cid, s/n – campus universitário – próximo ao Hospital Veterinário (HV). Mais informações pelo telefone (43) 3371-4224 ou no site.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo