SOLIDARIEDADE -

Abrigos em Londrina pedem doações de cobertores, toalhas e itens de higiene

Com vagas abertas durante a Operação Noite Fria, as instituições buscam ajuda da comunidade para suprir as necessidades básicas de pessoas em situação de rua

Micaela Orikasa - Grupo Folha
Micaela Orikasa - Grupo Folha

 

Entidades atendem, além da população de rua, famílias que não têm onde passar a noite
Entidades atendem, além da população de rua, famílias que não têm onde passar a noite | Gustavo Carneiro - Grupo Folha
 


Ao menos 40 novas vagas foram abertas em abrigos de Londrina para que homens e mulheres em situação de rua possam se proteger do frio, tomar banho, fazer a higiene pessoal e se alimentar. Necessidades básicas que aumentam consideravelmente com a queda nas temperaturas.  


As vagas são ofertadas dentro da Operação Noite Fria, serviço prestado pela secretaria municipal de Assistência Social em parceria com entidades, como o abrigo Morada de Deus e o MMA (Ministério de Missões e Adoração). Os recursos da Prefeitura cobrem as despesas para manutenção dos espaços, pagamentos dos funcionários e alimentação. Os demais custos dependem de uma corrente de solidariedade.  


MORADA DE DEUS

A maior urgência nas instituições neste momento é de cobertores, toalhas para banho, roupas de cama, agasalhos e itens de higiene. “Abrimos 20 vagas no dia 01 de junho com a Operação Noite Fria e estamos precisando muito do apoio da sociedade para oferecer um pouco mais de conforto a essa população. O nosso acolhimento é para homens e mulheres em situação de rua, mas também daquelas famílias que não têm onde passar a noite e acabam dormindo no Terminal Rodoviário”, diz a gerente do Morada de Deus, Rosane Fiori. 


MMA

Na casa de passagem do MMA, a procura por pernoites também tem aumentado nos últimos dias. Fato que preocupa a instituição quanto ao fornecimento de itens básicos. “Qualquer doação é bem-vinda, mas os materiais de proteção contra Covid, em especial as máscaras, têm sido uma das nossas urgências”, comenta Juciano Massacani, presidente da entidade. Com a parceria da Prefeitura, o MMA passou a oferecer 65 vagas de pernoite para homens entre 18 e 59 anos, sendo 25 delas desde o início deste mês pela Operação Noite Fria.  


SENSIBILIZAÇÃO 

A existência desses serviços de acolhimento em Londrina depende do poder público, mas a sociedade em geral também exerce um papel fundamental. No Morada de Deus, Fiori conta que os colchões foram doados pelo Corpo de Bombeiros e na Casa Covid, serviço implantado recentemente para acolher moradores de rua infectados, as camas foram cedidas por uma empresa local. 


“Londrina é uma cidade solidária e desde o início da pandemia temos tido muitas provas disso. As pessoas estão com medo de sair nas ruas, mas não deixaram de se envolver. Por exemplo, o fornecimento de marmitas que não era uma prática comum passou a ser uma ajuda extra no último ano e esperamos que isso se mantenha. Acho que tudo isso é resultado do entendimento da sociedade em geral sobre os serviços de acolhimento. Trabalhamos para ajudar essas pessoas que hoje vivem nas ruas e quem sabe, reduzirmos essa população”, ressalta.  


NOITE FRIA 

A Operação Noite Fria segue até o dia 31 de dezembro. Os encaminhamentos para os abrigos são feitos pelas equipes de abordagem social e pelo Centro POP - Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua. O serviço de abordagem de rua atende pelo telefone (43) 9991-4568 e as ligações podem ser feitas a cobrar.


A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Londrina para mais detalhes da Operação Noite Fria e aguarda um retorno. 


 SERVIÇO - Quem puder colaborar pode entrar em contato pelos telefones: (43) 9 8406-8674 (Morada de Deus) ou (43) 3328-8872 e (43) 9 8436-9326 (MMA). As instituições têm disponibilidade para buscar os materiais.  



Receba nossas notícias direto no seu celular, Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo