Verde, laranja, marrom, vermelho, cinza e azul. Há alguns anos, conceber uma paleta de cores tão diversificada para a decoração de um único ambiente era para poucos. Hoje, a escolha de cores vibrantes e contrastantes deixou de ser algo alternativo para ganhar o mainstream na decoração. "Principalmente no caso dos jovens moradores. As cores proporcionam um ambiente mais descontraído e com personalidade", diz o arquiteto Saulo Szabó, de São Paulo.
Aos amantes dos ambientes bem coloridos, o arquiteto orienta investir um pouco no mobiliário e um pouco nas paredes. "Primeiro defina a cartela de cores para ter uma ideia do que pretende seguir. Para um profissional que tem experiência com cor, não existe uma regra rígida, tudo vai depender do estilo do apartamento, do ambiente e da personalidade dos moradores. No entanto, se não houver um profissional para dar esse suporte, tem de tomar muito cuidado para não abusar das cores e deixar a decoração pesada", alerta.
Especialistas na área indicam que a base, no caso as paredes, deve ser mantida em tons neutros como branco, cinza ou preto. As tonalidades mais fortes devem ser escolhidas depois, para móveis e objetos. E quem não quer arriscar demais, outra dica é escolher peças coloridas que sejam de fácil substituição, como poltronas, cadeiras, mesas laterais e objetos de decoração.


Fotos: Lucas Moura e Ricardo Jaeger/Evviva e divulgação

Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
O predomínio de linhas retas e os poucos detalhes dos armários criam a sensação de sobriedade e organização na cozinha da Evviva. A aplicação da cor púrpura, lançamento da coleção 2011/2012, traz vibração ao mobiliário. No dormitório, a bancada com gavetas vem com o mesmo padrão de cor
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Na varanda de 80m², o arquiteto David Bastos criou o descontraído Champagne Bar, ambiente da Hyundai Mostra Black, em São Paulo. A sobriedade da madeira e do veludo preto no carpete e cortinas é quebrada pelo imenso sofá italiano em tons cítricos
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Aparador em madeira teca com acabamento em pátina, Bali Express
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Cadeira Zele, do designer Rubens Szpilman: inspirada no design 60’s, tem assento em resina de poliéster e estrutura em madeira certificada Lyptus
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Show de cores no Buffet Aquarela, da FG Home, revestido de Fórmica brilhante e laca automotiva
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Madeira maciça + pintura automotiva na mesa lateral Boni, FGHome
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Projetada por Paulo Mendes da Rocha, a poltrona Paulistano Outdoor, Futon
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Reedição do sofá Marshmallow, criado em 1956 por George Nelson com 18 almofadas destacáveis, que podem ser monocromáticas ou em cores variadas, Atec Original Design
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
No loft paulistano, os arquitetos Saulo Szabó e Fernando Oliveira investiram em mobiliário prático e colorido
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Luminária Blocos, da Imaginarium, inspirada nas peças do Lego, brinquedo de montar
Imagem ilustrativa da imagem TENDÊNCIA - Jato de tinta
Superclássica, a cômoda Pitanga ganhou frescor com o amarelo vibrante, FG Home