A equação é simples: aberturas amplas, claridade e ventilação naturais e uma casa de 275 m2 imersa num terreno de 2.500 m2, entre Londrina e Cambé. Por traz de tudo isso, o projeto da arquiteta londrinense Flávia Gomes. As linhas minimalistas da construção, erguida num condomínio de chácaras, focam a integração de espaços, além de facilitar a manutenção nesse tipo de moradia.
A proposta de lazer dos proprietários pedia um projeto amplo, com poucas paredes. Não há recantos isolados, tudo é interligado. Tanto as suítes quanto o espaço gourmet se abrem para o jardim e a piscina, e se fecham com painéis de vidro, recurso que mantém a casa bem iluminada e ventilada.
No jardim projetado pelo paisagista Nelson Silveira, palmeiras antigas transplantadas se destacam em meio à grande área gramada que contorna a casa. Dois caramanchões, pomar, horta, flores, buchinhos e pedras complementam o projeto paisagístico.

Fotos: Walkíria Vieira


Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Piscina com gazebo-bar; ao fundo, o amplo espaço gourmet: churrasqueira, cozinha, home theater e suites se abrem para a piscina e jardim
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Outro plano do espaço gourmet: bancada de granito e MDF separa a área de trabalho do home theater revestido com papel de parede. Grandes painéis de vidro se abrem para a área externa
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Lavabo aberto em frente aos vestiários com banheiro. No destaque, identificadores masculino e feminino em alumínio fundido, criação de Sarquis Samara
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Imagem ilustrativa da imagem PROJETO - Amplidão e luminosidade
Painéis de vidro recortam o muro que dá para a rua, talheres gigantes de Sarquis Samara, canteiros de dormentes com temperos e ervas finas e banco de madeira maciça artesanal de Nelson Silveira