Apesar das novidades que cercam a indústria moveleira, com o lançamento constante de peças modernas que esbanjam designs diferenciados, os móveis rústicos têm espaço garantido no mercado. A procura cresceu nos últimos anos. Atualmente, não é raro encontrar verdadeiros amantes do estilo, que fazem questão de incluir peças rústicas nos mais diferentes ambientes.
O mercado oferece uma grande variedade de modelos, que esbanjam uma beleza ímpar e garantem personalidade aos projetos.
Diferentemente do que muitos pensam, os móveis rústicos podem ser utilizados em ambientes internos e externos. É o que afirma a arquiteta Cynthia Queiroz.
''Este tipo de móvel confere charme e se destaca em qualquer espaço'', garante. Ela admite, porém, que as pessoas e os profissionais da área ainda incluem mais o rústico em ambientes externos, como varandas e churrasqueiras.
As peças, de acordo com Cynthia, podem ser combinadas com outros estilos, desde que haja coerência arquitetônica. ''A mescla de estilos é permitida, podendo revelar efeitos muito harmoniosos'', pontua.
Ela alerta, no entanto, que por tratar-se de móveis de grande presença, é importante ter cuidado para não exagerar. ''Deve-se ter cautela para não carregar os ambientes. Se houver excesso de informação o efeito desejado pode desaparecer'', salienta a arquiteta, acrescentando que ''é preciso avaliar o design das peças, observar a harmonia do conjunto, a apresentação do material e as suas proporções''.
Segundo o arquiteto Thiago Zani, a madeira mais utilizada nos móveis rústicos é a peroba, que é abundante na região do Paraná. ''Trata-se de um material nobre e resistente'', observa. Também é possível encontrar peças feitas com pinus e eucaliptos. ''Antes de adquirir um produto recomenda-se verificar se a madeira utilizada é certificada'', orienta.
No que diz respeito à manutenção, Zani afirma que é preciso ter mais cuidado com os móveis que ficam em locais abertos e expostos ao tempo. Nesses casos, é necessário utilizar impregnantes para proteger o material, como o verniz marítimo, a cada dois anos. ''Móveis que ficam dentro de casa não exigem manutenção. A limpeza deve ser feita com pano úmido'' diz.



Fotos: Marcos Zanutto


Imagem ilustrativa da imagem IDEIA -  A beleza do rústico
As peças rústicas podem ser combinadas com outros estilos, desde que haja coerência arquitetônica
Imagem ilustrativa da imagem IDEIA -  A beleza do rústico
Móveis que ficam em locais abertos e expostos ao tempo exigem cuidados especiais para a proteção da madeira
Imagem ilustrativa da imagem IDEIA -  A beleza do rústico
Apesar de indicados para ambientes externos e internos, os móveis rústicos ainda são mais utilizados em varandas e churrasqueiras
Imagem ilustrativa da imagem IDEIA -  A beleza do rústico
O mercado oferece uma grande variedade de modelos, que garantem personalidade aos projetos