Para alguns, o relógio é sinônimo de pressa ou de pressão, já que vivemos correndo contra o tempo. Mas a peça vem atravessando a história, com modelos que inclusive tornam-se herança familiar. Com isso, além de marcar as horas, o relógio tem espaço garantido na decoração concedendo elegância e charme aos ambientes, seja preso à parede ou sobre algum móvel


Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
| Foto: Fotos: Olga Leiria e Renata Cabrera
Relógios de parede (Di Casa Presentes (43) 3037-3442 - R$ 206,50 e R$ 132)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Para o móvel, a versão aviãozinho (Di Casa Presentes - R$ 266,90)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Relógio inglês de parede (Antiquário M.Simões - R$ 1.470)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Para alegrar a cozinha (Di Casa Presentes - R$ 139,90)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Boulle francês com bronze incrustado na madeira e mostrador em porcelana (Antiquário M.Simões - preço sob consulta)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Multifuncional, o relógio vem como caixa porta-trecos (Di Casa Presentes - R$ 70 a R$ 82)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Relógio austríaco Fayanc (Antiquário M.Simões (43) 3028-9818 - R$ 2.300)
Imagem ilustrativa da imagem GARIMPO - De olho no tempo
Uma bicicleta, no relógio de mesa (Di Casa Presentes - R$ 288)