Foi-se o tempo em que os jardins eram deixados para segundo plano nas casas. Hoje estes espaços ganharam status de área nobre e recebem tanta atenção quanto os outros cômodos. Uma casa com um espaço aberto bem planejado faz toda a diferença na hora de descansar, reunir os amigos ou simplesmente fazer uma leitura.
Segundo os arquitetos Alessandro Cavalcante e Ricardo Makhoul, a decoração de um ambiente assim tem muitos pormenores e que o espaço precisa ter a mesma identidade dos outros da casa. ''Áreas externas também merecem atenção na hora de decorar e precisam de um acabamento caprichado'', destaca Alessandro.
Se antigamente uma área externa se resumia à piscina, hoje a opção de lazer nestes espaços é muito maior. ''Podemos fazer varandas, decks, pergolados, gazebos, espelhos d'água, spas e cozinhas gourmets'', enumera Ricardo. Ele acrescentou que cada vez mais estas áreas estão recebendo equipamentos de áudio e vídeo para dar mais conforto às famílias.
O arquiteto ensina que tudo deve ser escolhido conforme o ambiente e um projeto assim precisa de iluminação e mobiliário adequados, que resistam ao sol e à chuva se forem ficar expostos ao tempo. ''Os pisos precisam ser antiderrapantes, os tecidos náuticos são interessantes por serem impermeáveis e os móveis em alumínio com fibras sintéticas também são adequados para estes ambientes.'' O mobiliário feito em fibra natural pode ser usado mas deve ficar em um local protegido do sol e da chuva, alertam Alessandro e Ricardo.
Para Alessandro, é importante valorizar o que a área tem de bonito e isso pode ser feito com paisagismo. O arquiteto acrescenta que há plantas adequadas para cada situação, enquanto algumas são próprias para ficarem expostas ao sol, outras se desenvolvem melhor à sombra ou meia sombra. ''As plantas não precisam ficar limitadas à terra, podemos usar vasos e paredes verdes para complementar o ambiente'', salienta.
As áreas externas que recebem cuidado na hora de escolher o mobiliário e atenção na instalação da iluminação e na definição das plantas mais adequadas, emolduram a casa e se tornam verdadeiros espaços de relaxamento para a família. De acordo com os arquitetos Marilda Marchiori e Zeca Repette, há atualmente uma gama de mobílias que podem ser usadas. ''Os móveis de madeira dão uma cara mais moderna e uma tendência é usar peças em alumínio com cores na estrutura'', disse Repette. Conforme ele, o conceito de integração dos espaços é reforçado quando o mesmo estilo de móveis é usado nas áreas internas e externas da residência.
Se antes o mercado de móveis deste tipo era restrito, atualmente há variedade e opções. ''Há alguns anos era difícil o cliente que incluía as áreas externas no projeto de decoração, hoje são raros aqueles que não incluem'', disse Marilda Marchiori. Para ela, a mudança no perfil dos consumidores estimulou as empresas a desenvolverem produtos diferenciados. ''Hoje as pessoas querem móveis bonitos e estão dispostas a pagar mais por eles desde que tenham boa qualidade'', completou.
Na hora de decorar um espaço aberto, o conforto dá o tom. Sofás, chez e cadeiras espaçosas estão na preferência de clientes e arquitetos. ''Hoje estes espaços, mesmo abertos, funcionam como uma sala de estar onde a pessoa pode receber amigos'', destaca Marilda. Mas os móveis de áreas externas não são exclusivos de quem mora em casas e também podem ser usados em apartamentos. ''As sacadas dos apartamentos trazem um pouco da referência da casa por conta do espaço aberto, elas ganharam muito valor nos projetos'', complementa Repette.


Fotos: RR.Rufino e Divulgação

Imagem ilustrativa da imagem CAPA - Cantinho de relaxamento
Nos apartamentos a varanda torna-se uma extensão da sala de estar; móveis de madeira trazem aconchego ao espaço, destacam os arquitetos Marilda Marchiori e Zeca Repette
Imagem ilustrativa da imagem CAPA - Cantinho de relaxamento
No canto da sacada os sofás foram escolhidos para que os moradores pudessem apreciar a bela vista do apartamento. Além de trazerem conforto, eles dão o tom intimista ao ambiente
Imagem ilustrativa da imagem CAPA - Cantinho de relaxamento
Versátil e elegante a linha Faux-Bamboo ou bambú em alumínio que imita o bambú natural pode ser usado para decoração de ambientes externos (www.moveisbrasilpost.com.br)
Imagem ilustrativa da imagem CAPA - Cantinho de relaxamento
Móveis em fibra sintética e alumínio deixam varandas, jardins e piscinas charmosos e confortáveis com a vantagem de resistirem ao sol e à chuva (Linha Casablanca - www.moveisbrasilpost.com.br)
Imagem ilustrativa da imagem CAPA - Cantinho de relaxamento
Todos os elementos da área de lazer devem ser escolhidos conforme o ambiente. O projeto deve prever também iluminação e mobiliário adequados