Imagem ilustrativa da imagem ARQUITETANDO - Equilíbrio e harmonia


Revestimentos estampados continuam em alta. Essa tendência permite projetos de decoração com as mais variadas padronagens - quando inseridas de maneira adequada, valorizam muito os ambientes. Os padrões podem ser usados para revestir móveis de grandes e pequenas dimensões, o importante é que obedeçam à proporção das peças. Ambientes compactos pedem móveis com estampas mais delicadas. Desenhos exóticos ou com motivos excêntricos e cores muito fortes podem deixar o local pesado e cansativo, assim como estampas em móveis muito grandes.
Um espaço pode ser enriquecido se nele forem trabalhadas cores que contrastam com estampas ou texturas. Se o objetivo é criar uma atmosfera alegre, o ideal são os composês de motivos florais, xadrez ou listras, tendo uma cor base, para manter o equilíbrio. Porém, se o interesse é criar ambientes sóbrios, as estampas tom sobre tom com cores neutras também apresentam um bom resultado.
Não existem cores que não possam ser combinadas; a mistura personaliza o ambiente de cada cliente. O uso de diferentes padrões não se limita apenas a mobiliários residenciais. Se representarem bem a característica de uma empresa, as estampas podem ser usadas em seus mais variados padrões.
Na recepção de espaços corporativos podem ser usadas poltronas em estamparia floral ou listras bicolores; salas de espera com pufes de diversos padrões. O cuidado está no grau de importância que as estampas terão. Móveis com estampas não podem se sobressair às peças de roupas de uma loja. Um escritório todo projetado em tons neutros pode ter itens estampados, mais alegres, se esta for a atmosfera desejada. O segredo está no equilíbrio e harmonia dos projetos.

Sony Luczyszyn – Arquiteta ([email protected])