Mais que uma simples exposição, o 21º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que acontece esta semana, pode ser considerado como um verdadeiro show da indústria automobilística. São mais de 300 veículos expostos em estandes enormes muito bem decorados que preenchem todo o espaço do pavilhão de esposições do Anhembi.
A última mostra de automóveis brasileira do século já está sendo considerada como a melhor e mais representativa de toda a história. E não é para menos. Além do reaquecimento do mercado, o setor comemora a chegada de novas indústrias no Brasil, reforçando e acirrando a competividade entre as marcas. Nesta briga saudável, quem ganha é consumidor, que se depara com carros modernos, de qualidade e com preços mais acessíveis.
Por isso, o Salão deste ano apresenta as últimas novidades em automóveis e que em breve deverão estar rodando pelas ruas do País. Confira a seguir, as surpresas preparadas por cada marca no Salão:
GM A Chevrolet mostra as novas versões da S10 e da Blazer, que receberam modificações importantes de design (faróis, capô, grade, lanternas e painel) e na motorização, com um novo propulsor a gasolina de 2.4 litros e 128 cv de potência. Outra novidade é a apresentação da minivan Zafira, que será produzida no Brasil a partir de março de 2001. Construída a partir da plataforma do Astra, a minivam da GM vai competir com a Renault Scénic e Citroen Picasso. A marca também mostra o jipe Tracker, ou também conhecido como jipe Suzuki Grand Vitara, que será vendido no País no próximo ano com o logotipo da Chevrolet.
Fiat A nova família Palio é o grande destaque do estande da Fiat no Salão. O Siena e a Palio Weekend, que só devem ser vendidos a partir do final do mês também estão expostos. Vale destacar a presença da versão da Palio Weekend Adventure, que ficou mais bonita com o novo desenho adotado pelo designer italiano Giorgetto Giugiaro.
Ford No estande da Ford a atração é o novo Focus, que chega às revendas no final deste mês (veja a matéria completa do lançamento na contra-capa deste caderno). O compacto Ka ganhou uma versão especial chamada de ‘‘Black’’, que traz bancos de couro, ar condicionado e outros requintes. A marca também aproveitou o Salão para iniciar a venda de seus carros pela Internet (www.forddirect.com.br). O Fiesta, em uma versão despojada apenas com três portas, a Street, já pode ser adquirido pela rede por R$ 13.710,00.
Honda A marca japonesa surpreendeu ao trazer para o Salão a nova versão do Civic, que acabou de ser lançada no Japão. Com desenho totalmente refeito, principalmente no conjunto óptico (faróis e lanternas), e interior reformulado, a sétima geração do carro mais vendido da marca começa a ser produzida em Sumaré, interior de São Paulo, já a partir da segunda quinzena de dezembro. Além do design, haverá um novo motor mais potente, de 1.7 litro e 115 cv (contra o anterior 1.6 16V de 106 cv) e um porta-malas 50 litros maior.
Chrysler Sucesso absoluto nos Estados Unidos, o PT Cruiser é a grande novidade da Chrysler para o Brasil. Com desenho que revive os anos 40 e 50, o novo carro começa a ser importado para o mercado já a partir de dezembro próximo. Traz motor 2.0 16V de 140 cv, câmbio automático e acabamento em couro. Estima-se que o concorrente do VW New Beetle seja vendido por aqui por um preço acima dos R$ 60 mil (e já existe fila de espera). No mesmo estande, a Dodge apresenta a nova versão de cabine dupla da Dakota, a picape produzida aqui no Paraná.
Toyota Reformulado e mais encorpado, o novo utilitário-esportivo RAV4 é a novidade da Toyota para o Salão. O modelo recebeu novo chassi, desenho externo, acabamento e motor – passa a ter agora um 2.0 16V VVTi de 150 cv de potência e começa a ser vendido no próximo mês ao preço de R$ 68.800 (mecânico) e R$ 69.900 (automático).