|
  • Bitcoin 150.597
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Carro & Cia

m de leitura Atualizado em 14/04/2022, 16:56

Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil

Linha Kwid ganha novo integrante mais acessível ao mercado brasileiro

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 14 de abril de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: Marcelo Machado de Melo
menu flutuante

Aos poucos, carros elétricos se tornam mais acessíveis –o que não significa que sejam pechinchas. Nesta quinta (14), a Renault apresentou o Kwid E-Tech, que se torna o modelo de entrada da categoria no Brasil.

O compacto custa R$ 143 mil, valor garantido pelo período de pré-venda, que vai até julho. As primeiras entregas estão previstas para agosto. Antes, o posto de elétrico mais barato era ocupado pelo JAC e-JS1 (R$ 164,9 mil). Ambos os carros são importados da China.

Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil
 

Pelo preço do Kwid E-Tech é possível comprar duas unidades da versão Zen 1.0 Flex (R$ 61,1 mil) e ainda ter troco suficiente para licenciamento, seguro e bastante combustível. Mas os valores tendem a cair com a massificação da tecnologia mundo afora.

Segundo estudo mencionado pela Renault, as vendas de carros 100% elétricos no Brasil podem ficar entre 80 mil e 200 mil unidades em 2030. A propaganda da marca diz que as ruas já estão prontas para a linha E-Tech, mas ainda falta melhorar a distribuição dos pontos de recarga Brasil afora, tanto nas ruas como nos prédios.

Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil
 

O carro estará disponível também para aluguel de longo prazo. De acordo com a fabricante, o plano de 48 meses terá mensalidades de R$ 3.339 com custos de manutenção, licenciamento e seguro inclusos. Certamente existem opções melhores do que essa para rodar por aí de Kwid elétrico.

A nova versão do compacto é mais equipada que as demais. É o único a trazer seis airbags (as opções flex têm quatro) e câmbio automático. Trata-se de um sistema simples, com uma marcha para frente e outra para trás, típico dos automóveis 100% elétricos.

Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil
 

Com apenas 977 quilos, o E-Tech pode chegar aos 50 km/h em cerca de quatro segundos. A fabricante usa esse dado para destacar a agilidade no trânsito urbano, habitat natural do lançamento. A velocidade máxima é limitada em 130 km/h.

LEIA TAMBÉM:

+ Comércio do PR registra crescimento de 2,2% em fevereiro

Segundo a Renault, a bateria de 27 kW permite rodar 298 quilômetros na cidade. As recargas podem ser feitas em casa: em uma tomada comum de 220v, são necessárias nove horas até se atingir o suficiente para rodar 190 km. Ou seja, o ideal é deixar o Kwid plugado durante a noite.

Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil
 

Em tomadas rápidas disponíveis em alguns eletropostos rodoviários, a mesma autonomia pode ser atingida em 40 minutos, diz a montadora.

Pelos cálculos da empresa, o custo de rodagem por quilômetro do Kwid E-Tech seria de R$ 0,06. Na versão flex, o valor chegaria a R$ 0,48. A Renault considerou a gasolina a R$ 7,30 e o kWh a R$ 0,66 –valor médio nacional, que não considera os impostos embutidos na conta de luz em diferentes estados.

Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil Imagem ilustrativa da imagem Renault apresenta carro elétrico mais barato do Brasil
  

A marca terá um processo de reciclagem para as baterias, mas os detalhes do plano ainda não foram divulgados. Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil, diz que a primeira parte desse processo é a utilização das baterias de "segunda vida" como armazenadoras de energia obtida por meio de painéis solares.

Além do Kwid E-Tech, a montadora vende também o compacto Zoe (a partir de R$ 240 mil). A linha de carros de passeio elétricos será complementada pelo Mégane, que deve estrear no fim deste ano.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.