Um sonho para muitos, realidade para poucos. A Ferrari 360 Modena Challenge, um verdadeiro carro de corrida disfarçado de automóvel urbano, é talvez o objeto de maior desejo presente no Salão do Automóvel de 2000.
As mais importantes características da 360 Challenge são a caixa de transmissão, utilizada em carros da Fórmula 1, pela primeira vez instalada em automóveis da categoria; a redução do peso em 150 Kg, em relação ao modelo anterior F355 Challenge; e o desenvolvimento do tanque de combustível (aeronáutico), com capacidade para 100 litros e equipado com dois ‘bocais’ de abastecimento.
A 360 Challenge recebeu o mesmo motor da Modena, ou seja, um V8, de 3.6 litros e potência de 400 cv. Mas a velocidade final desse esportivo pode ultrapassar a 295 Km/h e seu desempenho 0-100 Km/h é feito em apenas 4 segundos.
A Challenge traz ainda freios Brembo, rodas BBS com pneus Pirelli P Zero slick. Para a segurança do piloto, cinto de seis pontos, sistema automático de extintor e painel de instrumentos digitais da Magneti Marelli.
A 360 Challenge é produzida em Maranello, exclusivamente destinada aos pilotos participantes da Ferrari Challenge Championship. Serão trazidas 20 unidades da Challenge ao Brasil, que custarão cerca de US$ 200 mil.
Outra sensação da Ferrari é o esportivo conversível 360 Spider. O modelo, que vai custar US$ 380 mil, será vendido por aqui a partir de janeiro. A 360 Spider, obviamente, não difere do modelo 360 Modena em sua estrutura básica e motorização. A velocidade final é de 295 Km/h.