Da Redação
A Renault inova outra vez, com o lançamento do Scénic RX4. O Scénic, que inaugurou um novo segmento de mercado, volta novamente a ser atração por também ser o primeiro veículo de sua categoria a entrar no segmento ‘‘off-road’’, adotando uma inédita tração 4x4.
Inicialmente, o novo RX4 deverá ser comercializado na Europa, já no começo deste ano. No Brasil, a sua produção ainda não está nos planos da empresa, que também não descartou a idéia para o futuro.
O recurso principal do RX4 é sua versatilidade, tanto para o transporte como para o terreno em que se pretende andar. O carro combina o conforto e as características de um automóvel, particularmente os de uso urbano, com a liberdade de um veículo de lazer, próprio para trânsito em terrenos mais duros.
Apesar de sair-se bem em situações mais duras, como na terra e em pequenos trechos rurais, os consumidores não devem esperar que o RX4 supere os obstáculos maiores, pois não foi para isso que acabou sendo projetado. Dentre os rivais do mercado, o RX4 estará competindo espaço diretamente com a Toyota RAV 4, o Honda CRV e o Land Rover Freelander.
O RX4 não esconde seus vínculos com a nova linha Scénic. A grade frontal e os faróis duplos grandes, que incorporam as luzes da seta, também estão presentes no modelo. A diferança no grupo óptico fica por conta de um sutil detalhe: os faróis têm um fundo preto, desenhados para dar um toque mais alegre ao modelo.
Porém, o principal destaque no design externo do RX4 é uma ampla faixa protetora, que se estende por toda a lateral do veículo, protegendo a carroceria contra batidas de pedras e de outros objetos pelo caminho.
Visualmente, a frente do veículo parece mais larga, graças a seu pára-choque e às caixas de rodas maiores e mais generosas, ambas feitas de materiais compostos.
A traseira é notoriamente diferente. A tampa do porta-malas abre-se para o lado e o vidro para cima. A roda sobressalente não é mais dentro do veículo mas sim no exterior, na parte central da porta. Opcionalmente, um protetor de plástico pode proteger o estepe.
O projeto interior mantém todas as características de Scénic: espaço, posição de direção, versatilidade dos assentos e armazenamento modular de bagagens. A Renault preferiu adotar um acabamento mais alegre e divertido. O topo do painel é preto, e em contraste com as cores dos comandos dos equipamentos. A tapeçaria é específica para o veículo.
A versão RX4 do Scénic será montada na fábrica de Georges Besse, em Douai (França), na mesma linha das outras versões do modelo. A inovação técnica principal fica por conta da tração nas quatro rodas permanente, controlada eletronicamente.
A altura do RX4, em relação ao solo, foi aumentada em cerca de 60 mm, o que permite trafegar em qualquer tipo de superfície. Os pneus, nas medida 215/65/16, foram especialmete concebidos para o modelo.
O RX4 pode ser equipado na Europa com um motor de 2.0 litros 16V, de 140 cv, ou com o novo diesel de 1.9 litro, que gera aproximadamente 105 cv.