Ele tem a traseira parecida com a do Camaro, mas em nada lembra um modelo esportivo. Pelo contrário, o Chevrolet Malibu é um sedã clássico, para nenhum apaixonado por carro botar defeito. Premium, ele reúne tudo o que os consumidores de veículos de luxo desejam: design, conforto, potência, segurança e, claro, tamanho de sobra para esposa, filhos, cachorro, periquito e papagaio escaparem juntos numa viagem aconchegante e com vista para o céu, graças ao teto solar elétrico.
Por pouco mais de um dia, a reportagem da FOLHA testou a versão LTZ do Malibu, cedida pela concessionária Metronorte, de Londrina, e ficou com gostinho de quero mais. Faltou pegar a estrada e acelerar o sedã para descobrir como ele se sai fora do trânsito caótico da cidade. Mas para as tarefas do dia a dia, como ir ao supermercado e ao shopping ou sair para almoçar, o veículo mostrou-se muita areia para o caminhãozinho da repórter, acostumada a um hatch 1.0.
O porta-malas avantajado e a câmera de ré integrada à central multimídia foram aliados imprescindíveis na simples tarefa de fazer compras. Se estacionar de primeira nas minúsculas vagas dos mercados é para poucos, com o Malibu tornou-se brincadeira de criança. Além do auxílio do sensor de estacionamento traseiro com sistema de aviso sonoro, que mostrava exatamente as manobras feitas e a distância dos veículos próximos, a direção hidráulica extremamente leve facilitou o trabalho do condutor. Já o acionamento do porta-malas por meio do controle remoto na chave mostrou-se mais um aliado de quem está com as mãos cheias de sacolas: com um simples toque a tampa se abre automaticamente, sem que seja preciso esforço do usuário.
O conforto não está relacionado apenas aos bancos de couro com regulagem elétrica de altura, profundidade e ajuste lombar – que podem ser memorizados para até duas posições -, mas passa também pela coluna de direção regulável em altura e profundidade, pelos faróis com acendimento automático por meio de sensor crepuscular, retrovisores externos elétricos com desembaçador, rebatimento elétrico e luzes de direção, acionamento do motor por meio do botão Start/Stop no painel - eliminando a necessidade de utilização da chave - e o ar-condicionado automático digital, com controle individual de temperatura para motorista e passageiro, sensor de umidade e sistema automático de recirculação de ar.
Não bastasse o volante acolchoado e revestido em couro, com comandos para acessar as funções do sistema de som, piloto automático e viva-voz por meio de Bluetooth e o freio de estacionamento eletrônico, o computador de bordo traz no painel de instrumentos informações de consumo médio e instantâneo, velocidade média, autonomia, pressão de pneus e vida útil do óleo do motor. O limpador e o lavador elétrico do para-brisa têm temporizador programável.
Também são inúmeros os porta-objetos que facilitam a viagem, principalmente em família. São descansa-braços dianteiros e traseiros com dois porta-copos cada, porta-óculos com luz de leitura integrada, porta-mapas nas portas dianteiras e traseiras, revisteiros no encosto dos bancos dianteiros, entre outros.
Para iniciar a aventura com o sedã, basta manter a chave por perto, ajustar o banco com suas posições preferidas e memorizá-las; se desejar, ajeitar os retrovisores elétricos, pressionar o freio e o botão Start/Stop, engatar D e acelerar.

LEIA MAIS

Acabamento impecável é diferencial

Malibu: um senhor sedã
Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã Malibu: um senhor sedã