CARRO-CONCEITO Koleos é um carro para qualquer terreno A montadora francesa Renault criou um modelo que reúne os conceitos de um hatch e de um 4x4 DivulgaçãoO design inédito do Renault Koleos demonstra beleza e robustez, num modelo criado para rodar dentro ou fora da estradaA ampla área envidraçada foi criada para permitir maior luminosidade dentro do veículoA porta traseira desliza sobre o lado esquerdo quando aberta. Um vidro escamoteável separa o porta-malas do inteirior do Koleos Da Redação O novo carro-conceito da Renault pode ser chamado de 2 em 1. O Koleos reúne num só produto os conceitos de um hatchback tradicional e um veículo com tração nas 4 rodas. De acordo com os engenheiros da marca, o modelo associa as qualidades na estrada e o conforto de um hatch topo de linha com as capacidades de um 4x4. O estilo do novo protótipo foi desenvolvido para evocar potência e força, proporcionando dinamismo e prazer de dirigir. Essas últimas características são conseguidas, também, graças a uma motorização híbrida gasolina 2.0 16V turbo e elétrica. Para o fabricante, no uso fora-da-estrada o Koleos não fica devendo a nenhum modelo tradicional, pois conta com suspensão de altura variável que permite alta capacidade para transpor obstáculos. A tecnologia também tem posição de destaque, já que todas as funções essenciais do veículo são gerenciadas por um monitor de comando vocal. Em destaque estão os faróis que apelam para o inédito conceito de ótica fluida. O Koleos representa para a empresa os valores de visão e ousadia, especialmente nessa faixa dos veículos todo-terreno. Depois de apresentar o Scénic RX4, a Renault pretende que o Koleos marque sua vontade de investir no nicho dos veículos utilitários-esportivos. A empresa vai além. Fala em reinventar o veículo de lazer. O modelo proporciona um casamento sutil de valores diferentes que, de início, parecem contraditórios. O Koleos demonstra sua vocação multiuso. O design inédito apresenta ao veículo um caráter único e diferenciado. O monobloco permite um volume generoso, devido aos 4.50 m de comprimento, permitindo ao Koleos, à primeira vista, um estilo mais próximo de um tach top de linha. Já sua forma fluida, com linhas tensas mostram o dinamismo e a potência do modelo. Resultando num visual saltante, graças aos efeitos criados pelo design, como os faróis em forma de raio, demonstrando um veículo elegante e com raça. Na abertura traseira o Koleos propõe dois conceitos originais. A porta traseira se utiliza da tecnologia da dupla cinemática, uma característica das portas do modelo Avantime, apresentando ao público durante o último Salão de Frankfurt, realizado em outubro de 1999. A porta traseira desliza sobre o lado esquerdo do carro quando é aberta. O acesso ao porta-malas é facilitado. Aliás, o porta-malas é modulável, e separado do habitáculo por um vidro escamoteável. Um mecanismo permite que o vidro traseiro desça dentro do porta-malas, enquanto que a lâmina do teto acima do porta-malas desliza horizontalmente. Nessa hora o Koleos se transforma em uma picape. Na suspensão está garantida a vocação 4x4 do carro-conceito. Ela é composta de molas pneumáticas e hidráulicas e permite modificar em alguns segundos a altura do veículo. Dependendo da velocidade e do perfil da estrada avaliado, a altura de 1.70 m em posição 4x4 pode baixar para a altura de 1.60 m em posição hatch. Isso de forma automática. Em outras palavras, para uma condução esportiva na estrada, a posição baixa da suspensão fica mais tensa, favorecendo um comportamento dinâmico do carro. Na posição alta, ou seja, 4x4, a suspensão mais flexível oferece maior conforto aos ocupantes. A motorização híbrida pretende permitir o respeito ao meio ambiente e uma ampliação do prazer de dirigir. O uso do funcionamento elétrico, térmico ou híbrido, é feito graças a um calculador eletrônico. Na cidade roda dentro do conceito de carro limpo, funcionando apenas no modo elétrico. O motor elétrcio Renault Elégie 30 KW com baterias de ‘‘lithium-ion’’ empurra as rodas traseiras. Na estrada ou nas grandes autopistas, o motor térmico ‘‘FAR’’ 2.0 16V turbo de 170 cv se aciona e propulsa as rodas dianteiras; e o elétrico vem eventualmente ajudar. No modo 4x4, os dois motores trabalham juntos para dar mais potência e permitir ultrapassar os obstáculos.