Agência Estado
A Ford Brasil vai produzir, de forma inédita em sua história, uma família de veículos desenvolvidos inteiramente no País: a linha Amazon, a ser lançada a partir da Bahia. Só para este lançamento estão sendo investidos, entre fábrica e desenvolvimento dos novos produtos, cerca de US$ 2 bilhões, sendo que R$ 900 milhões são financiamentos do BNDES.
A Ford, como já adiantou o seu presidente Antonio Maciel, pretende ganhar uma maior participação no mercado brasileiro. ‘‘Já subimos de 9% para 13%. A idéia é subir muito mais e vamos investir para isto’’, disse Maciel em uma reunião de diretoria da Ford Brasil.
Tudo será feito a partir de Camaçari inicialmente, mas depois este projeto atingirá outras fábricas da companhia no País. O plano para os próximos três anos da Ford no Brasil é ambicioso, e o seu objetivo principal é ampliar sua participação interna, acompanhada com um bom rítmo de exportações, com os novos modelos. Apesar de serem modelos produzidos para o mercado interno, poderão ser internacionalizados facilmente, adiantou um engenheiro envolvido no desenvolvimento dos novos produtos.
A nova família Amazon terá automóveis, pick ups, vans e um veículo parecido e com a função de um jipe. Também se confirmou que 17 fábricas de componentes se instalarão em Camaçari ou proximidades para fornecer autopeças para a nova família de veículos. Serão investimentos adicionais estimados em mais de US$ 300 milhões.
Várias companhias confirmaram estes investimentos, conforme disse o presidente da Arteb, Pedro Ebehardt, um dos primeiros a buscar instalar uma nova fábrica de componentes em Camaçari. A empresa está iniciando a exportação de camionetas para a Austrália e pretende também conquistar uma fátia do Leste Europeu. Os motores para os novos produtos saem da fábrica de Taubaté, recentemente reinaugurada. Do total de US$ 2 bilhões, cerca de US$ 1,2 bilhão será aplicado na Bahia; e os demais US$ 500 milhões na região Sul, até na nova área de produção de caminhões na fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.