A Ford aposta todas as suas fichas no seu mais novo veículo, o EcoSport, para ganhar mais espaço no mercado brasileiro de automóveis. O modelo, um utilitário esportivo compacto, será lançado oficialmente hoje para a imprensa. As vendas para o público devem começar somente no final de março.
O EcoSport, montado na Bahia a partir da plataforma do novo Fiesta, foi uma das sensações do Salão do Automóvel de São Paulo no final do ano passado. O carro será equipado inicialmente com motores a gasolina. As opções serão três: 1.0 Supercharger (95 cv), 1.6 Zetec Rocam (98 cv) e o 2.0 Duratec (o mesmo do Mondeo, de 143 cv). O novo Ford dispõe ainda de uma versão 1.4 Diesel, mas que terá venda exclusiva para os mercados de exportação.
O Ford EcoSport foi desenvolvido pela engenharia da Ford Brasil em cinco diferentes países. O estilo foi criado em Dearborn, Estados Unidos, sede mundial da Ford e berço dos utilitários esportivos, e no Brasil. A carroceria e o conjunto motriz foram projetados na Inglaterra, Alemanha e Japão. E todos os testes foram feitos no Brasil e em outros países da América do Sul, nos Estados Unidos e na Europa.
Trata-se do o primeiro utilitário esportivo da Ford montado sobre um chassi monobloco compacto, projetado para oferecer comportamento equilibrado tanto no asfalto como na terra. Comparado, por exemplo, com o novo Fiesta, o EcoSport é 32 centímetros mais comprido, 6 centímetros mais largo e 12,5 centímetros mais alto. Inicialmente, o modelo terá tração 4x2, mas a Ford já estuda oferecer a opção de tração 4x4.
Internamente, o EcoSport conta com 13 espaços de diversos formatos e tamanhos para o transporte de volumes. Como itens de segurança, o novo Ford será equipado com airbags duplos e freios ABS. No próximo domingo, a Folha Carro & Cia trará todos os detalhes e os preços do mais novo lançamento da Ford.