Agência Folha
A Ford iniciou na última terça-feira as suas atividades comerciais na Bahia ao importar 1.688 automóveis produzidos na Argentina. Os veículos desembarcaram no porto de Salvador no início da manhã. Antes, os veículos argentinos da montadora chegavam ao Brasil pelo porto de Vitória (ES).
A decisão de desembarcar os automóveis em Salvador foi tomada para que a Ford pudesse ser beneficiada com a redução de 50% no imposto de importação, prevista na lei que garantiu benefícios fiscais às montadoras que venham a se instalar nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. No ano passado, a Ford anunciou a construção de uma fábrica em Camaçari (região metropolitana de Salvador).
O projeto, orçado em US$ 1,2 milhão, prevê a fabricação de 250 mil veículos por ano, a partir de 2001. A primeira etapa da construção já está praticamente concluída. As obras de terraplenagem devem terminar nos próximos 15 dias. Pelo projeto, a unidade será erguida em uma área de cinco milhões de metros quadrados. O secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, Benito Gama, disse que a importação pelo porto de Salvador demonstra que o projeto da Ford vai mudar a economia do Estado.
‘‘Somente por este aspecto já seria um marco. O que mais importa, contudo, é que isso vai trazer reflexos diretos na própria vida do porto e vai impulsionar serviços como logística, desembaraço aduaneiro e transporte, gerando mais negócios e mais empregos em Salvador’’, afirmou.