FOLHA EXPO 2019 -

Provas de hipismo começam neste sábado

Também neste final de semana, as raças Quarto de Milha e Crioulo terão julgamentos e leilão

Reportagem local
Reportagem local

Paraná é destaque na criação do Cavalo Crioulo
Paraná é destaque na criação do Cavalo Crioulo | Divulgação



A 33ª edição do Concurso de Saltos da ExpoLondrina começa neste sábado (13), e vai até domingo, na pista Roberto Requião, no Parque Ney Braga. O concurso é organizado pela Força Livre Escola de Equitação de Londrina, com apoio da Sociedade Rural do Paraná. Segundo a coordenadora do evento, Fátima Marchezoni, a Copa ExpoLondrina 2019 faz parte do campeonato paranaense de hipismo e pontua no ranking estadual. Os participantes receberão prêmios em dinheiro, totalizando R$ 20 mil, e também troféus e medalhas.


As crianças que competirem vão receber como prêmio roupas e acessórios para montar. O concurso conta com cerca de 80 conjuntos (cavalos, cavaleiros e amazonas). As provas terão nove alturas de saltos em categorias que vão desde a iniciante, de 40 a 90 cm – a categorias mais adiantadas, com saltos de 1m a 1,30 m. No sábado, as provas acontecem em dois horários: às 8h e às 14h. No domingo, elas começam às 8h.




QUARTO DE MILHA 


As provas do Cavalo Quarto de Milha começam neste sábado (13), às 11 horas e às 14 horas. No domingo, as provas começam bem cedo, às 8 horas e depois às 14 horas. Este ano, serão 100 participantes em cinco categorias. São apresentações de cavalos em provas das modalidades Três Tambores, Seis Balizas e Laços em Dupla.

O quarto de milha é considerado o cavalo mais veloz do mundo, percorrendo em 20 segundos a distância de um quarto de milha (400 metros), o que deu origem ao nome. É um cavalo de estatura média, musculoso e robusto. 

As provas do campeonato vão testar as habilidades do quarto de milha, com competições de velocidade, força, controle e destreza.


CAVALO CRIOULO



Com 22,94 mil exemplares, o Paraná é um dos destaques na criação de Cavalos Crioulos no País. Com fortes e tradicionais criadores que despontam na raça, vem ganhando espaço também entre usuários de animais para provas esportivas e lazer. Uma das regiões de fomento no Estado é a de Londrina, que promove na ExpoLondrina, desde o dia 12 até 14 de abril, mais uma edição da Exposição Morfológica Passaporte do Cavalo Crioulo, que classifica oito animais para a Morfologia da Expointer.


A organização do evento é do Núcleo Norte Paranaense de Criadores de Cavalos Crioulos. Para o presidente do Núcleo, Caio Amaral, a expectativa para a exposição é positiva, pois há um grande número de inscritos. "Acreditamos que será uma competição completa que dará um nível muito alto para a nossa exposição com animais fortes que poderão estar com grande representação na Expointer", observa.


Amaral também reforça que a região é nova para a raça Crioula e está em expansão, especialmente pela participação em provas esportivas. Além disso, o fato de o julgamento ser realizado na pista central junto a exemplares de raças bovinas, auxilia na demonstração do cavalo para outros públicos. "A região vem se consolidando no Cavalo Crioulo. Estamos trabalhando em trazer novos criadores e usuários para a raça. É uma região característica de outra cultura, o country, e estamos a cada dia tentando mostrar as qualidades do nosso cavalo, que é, acima de tudo, um cavalo vaqueiro, que pode ser inserido em outras provas como o laço em dupla (Team Roping) e de trabalho, no qual o crioulo sempre traz a bandeira da resistência, importante para essas regiões", explica.




Dentro da programação do evento, ocorrerá o Leilão Norte da Raça, neste sábado (13), às 21h, com uma oferta especialmente voltada para os novos criadores. O julgamento dos animais na Exposição Passaporte de Londrina será na pista central B.


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo