Vânia Casado
De Curitiba
Pela primeira vez, o contribuinte paranaense poderá pagar o carnê do IPVA em outros bancos, desde que seja num dos 44 conveniados do Banestado. Em anos anteriores, o pagamento só poderia ser feito nas agências no Banestado, o que causava uma superlotação nas agências do banco estadual, e consequentes dificuldades e atrasos para o contribuinte. Este ano, com a previsão de acúmulo no pagamento dos carnês nos primeiros meses do ano, o Banestado abriu a compensação do imposto também para um grupo de bancos conveniados, numa medida acertada, que certamente trará benefícios aos proprietários de veículos paranaenses.
Apesar disso, o Banestado procurou facilitar de todas as formas o pagamento. A partir de amanhã, mesmo não tendo recebido o carnê – que começar a sair no próximo dia 10 – o contribuinte poderá se dirigir a qualquer caixa de auto-atendimento do Banestado, no Caixa 24 horas comum aos demais bancos ou acessar a Internet, que terá a disposição o valor do imposto que cada veículo terá de pagar.
Na Internet, o proprietário pode acessar os endereços eletrônicos www.fazenda.pr.gov.br ou www.pr.gov.br/sefa e fornecer o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavan) e pedir para imprimir a Guia de Recolhimento (GR) e em seguida quitá-la tanto no Banco 24 horas como nos caixas de auto-atendimento do Banestado.
Quem preferir não fazer o pagamento no Banestado, poderá recorrer a qualquer um dos 44 bancos conveniados e pode fazer o pagamento com cartão 24 horas ou pedir o débito automático. Segundo o diretor da Receita Estadual, João Manoel Delgado Lucena, todos os cuidados estão sendo tomados para que não ocorram filas ou transtornos aos contribuintes.