VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Mundo
21/06/2001

Crendices tornam eclipse um sinal de mau presságio

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Enquanto os astrônomos equipados com sofisticados materiais se preparam para observar hoje o primeiro eclipse solar do novo milênio com a maior definição científica possível, os zimbabuanos mais supersticiosos temem que o mesmo seja um presságio de guerras, epidemias e fome. O fenômeno será visível na África austral e no Oceano Índico.
PUBLICIDADE

Segundo crenças tradicionais africanas e européias, um eclipse pode ser uma advertência do desencadeamento de desgraças: morte de dirigentes, guerra, seca, inundações ou enfermidades.
‘‘O eclipse do sol não é uma bênção para nós. Quer dizer que haverá problemas, derramamento de sangue e epidemias’’, declarou Peter Sibanda, porta-voz da Associação Nacional de Curandeiros do Zimbábue (Zinatha), para a France Presse.
‘‘Na África acreditamos que se Deus está aborrecido com os homens, isso é manifestado atráves do Sol ou da Lua’’, acrescentou.
Aeneas Chigwedere, historiador e vice-ministro de Cultura, explicou que os astros tinham grande importância para as populações da África austral antes da colonização.
As populações do Leste se identificavam com o Sol e as do oeste com a Lua. Todo eclipse – solar ou lunar – significava para eles ‘‘algo negativo’’, explicou. Para contra-atacar esses efeitos malignos, é preciso realizar cerimônias rituais dedicadas aos antepassados.
Os paranaenses poderão assistir a parte do eclipse na manhã de hoje, entre as 7h01 e 8h35. O melhor ponto para visualizá-lo será no Litoral do Estado, porque o sol nasce em cima do mar, sem obstáculo para observação.
France PresseDe Harare
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

OTAN ameaça enviar tropas à Macedônia

A intervenção deverá se limitar ao desarmamento dos rebeldes e só acontecerá se governo e albaneses chegarem a acordo

Iraque denuncia ataque anglo-americano

Aviões que atacaram a cidade de Tall Afar mataram 23 pessoas. Grã-Bretanha e EUA negam o bombardeio

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados