VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Imobiliária & Cia
FIM DE ANO

Prepare a casa para o Natal

Especialistas dão dicas de tendências na decoração natalina

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Fotos: Shutterstock
Fotos: Shutterstock - Para a decoração de uma árvore básica a dica é começar com bolas, ponteira e luzes; a cada ano, dá para acrescentar outros itens, como fitas, laços, flores
Para a decoração de uma árvore básica a dica é começar com bolas, ponteira e luzes; a cada ano, dá para acrescentar outros itens, como fitas, laços, flores


A época mais festiva do ano chegou. É hora de preparar a decoração de Natal. Para quem vai começar do zero, especialistas orientam apostar nos itens que mais simbolizam a data, como a árvore, a guirlanda e as luzes. Vermelho, verde e dourado são cores tradicionais e nunca saem de moda. Mas, em 2017, dá para inovar nos enfeites natalinos e apostar no cobre, nude e rosé.
PUBLICIDADE

A designer e especialista em decoração de Natal, Nura Ismail Gaubiatti, explica que a tendência é usar tons claros. Eles podem estar presentes no presépio, fitas, louças, sousplats, santos, anjos. "Encontramos até Papai Noel no tom nude. Para quem deseja renovar a decoração, pode apostar na cor", afirma.

Nura afirma que o prazo para a montagem da decoração de Natal já começou. Segundo a especialista, a primeira quinzena de novembro é o período mais indicado para decorar a casa. Dá para curtir bastante o clima natalino até 6 de janeiro, quando chega a hora de guardar todos os enfeites.

Para não comprometer demais o orçamento, a designer orienta, para aqueles que vão preparar a casa pela primeira vez, investir nos itens mais tradicionais, como a árvore e a guirlanda. Esta última, segundo a designer, pode virar centro de mesa na noite de Natal. A árvore, ela afirma, dá um toque especial na casa, principalmente quando é decorada com uma boa iluminação. Quanto ao tamanho, a especialista diz que é preciso levar em conta o espaço do ambiente onde ela será montada. A mais comum é a de 1,80 metro.

Porém, Nura alerta que o mais importante não é o tamanho, mas a qualidade do material. "Quem comprar árvore com pés de plástico e galhos muito vazados vai se arrepender", avisa. Segundo ela, os preços de árvores de Natal variam bastante, de R$ 49,90 a R$ 2 mil, em média. "Uma árvore boa, com galhos bem fechados, de 1,80 metro, pode ser encontrada no mercado por cerca de R$ 390", estima.

Para decorar a peça, a dica é começar com bolas, ponteira e luzes. "Natal sem luz não tem graça", enfatiza. A cada ano, dá para acrescentar outros itens, como fitas, laços, flores. Só é preciso cuidado para não deixar a árvore pesada demais. Para a noite de Natal, Nura diz que o que vale é usar a criatividade, o bom gosto e aproveitar peças de decoração que já tem em casa.



Vasos de vidro, por exemplo, podem ser decorados com bolas de Natal; copos e castiçais recebem as velas; a mesa de jantar ganha um arranjo de flores especial; os brinquedos das crianças simulam a fábrica do Papai Noel. A designer de interiores Isadora Silvério lembra que uma mesa de frutas também é bem-vinda na ceia de Natal. Ela diz que a cor da toalha pode variar entre vermelha, verde ou branca. Dá para usar, por exemplo, a toalha branca e um jogo americano vermelho.

"Prefiro toalhas lisas para ousar um pouco mais nos enfeites", explica. Se a celebração for planejada em uma área rural, uma toalha xadrez nas cores verde e branca e um jogo americano vermelho é uma boa pedida. Agora, se a toalha é colorida e estampada, a recomendação é usar louças brancas. Além da toalha e das louças, a mesa de jantar no Natal merece um bonito arranjo, de preferência com flores naturais. E, claro, castiçais e velas.

Isadora destaca que outra tendência na decoração de Natal é a valorização de peças confeccionadas por artesãos. As guirlandas, por exemplo, podem ganhar um toque especial e personalizado de acordo com o gosto de cada família, porque podem ser produzidas com diferentes tipos de materiais, desde tecidos em patchwork, até fuxico.

TOQUE TROPICAL
A gerente da Kasa Natal, Paula Dias, diz que, hoje em dia, as pessoas não se limitam mais em ter apenas uma árvore de Natal e uma guirlanda. A cada ano, investem em peças novas para decorar os diferentes ambientes da casa. Normalmente, escolhem um tema e uma cor para compor a décor natalina.

A variedade de itens é grande. Paula conta que é possível adquirir personagens e bichinhos de pelúcia vestidos com roupas natalinas, como cachorrinhos, esquilos, passarinhos, além das tradicionais peças utilizadas nesta época do ano. "O nosso Natal precisa de um toque tropical, e ele é dado com flores, como hortênsias e orquídeas, por exemplo", afirma.

LUZES
As luzes são o grande destaque da decoração natalina. A arquiteta Fabiana Mendes diz que as lâmpadas de LED são as mais indicadas para o projeto de iluminação, pois além de econômicas, são mais seguras. Há no mercado uma variedade de cores e efeitos, como o de cascata, por exemplo.

Como a iluminação é neutra, pode ser trabalhada de diferentes maneiras, tanto na fachada das residências, como internamente. "O ideal é contratar um profissional especializado para fazer a instalação e não sobrecarregar o circuito", recomenda. Outra orientação é não guardar os itens de iluminação em locais úmidos. "É importante embalar com plástico bolha para manter o material em bom estado", ensina a arquiteta.

SIGNIFICADOS
Há mais de 20 anos, o artista plástico Juarez Fagundes trabalha com a temática do Natal. Em Londrina, ele é o responsável pelas decorações de shoppings, como o Catuaí, por exemplo. Para Fagundes, o Natal simboliza carinho, respeito, valorização da família. "Faço Natal para muito mais gente do que apenas cristãos", conta.

O artista diz que, nesta época do ano, gosta de valorizar a história do Papai Noel, São Nicolau, o religioso que procurava ajudar o próximo sempre no anonimato. "Dar sem pedir nada em troca", lembra. "Papai Noel é um sentimento que está dentro de nós, a expressão de carinho e amor", define. Fagundes afirma que valoriza histórias que explicam as tradições da decoração de Natal, como as meias penduradas na lareira.

Diz a lenda que um nobre viúvo e pai de três filhas adoeceu de tristeza e foi acolhido por um servo em uma simples cabana. As meninas limpavam, cozinhavam e costuravam. Quando chegou a hora das filhas se casarem, o pai ficou ainda mais triste porque elas não tinham dotes para oferecer à família do noivo. Uma noite, elas lavaram as roupas e as penduraram na lareira para secar. Foi quando São Nicolau, sabendo do desespero do pai, jogou pela chaminé moedas de ouro fazendo-as cair dentro das meias.

Outra bonita história de Natal é sobre a árvore, um dos principais símbolos da comemoração no mundo todo. Fagundes conta uma das lendas sobre a origem da árvore é creditada a Martinho Lutero, que um certo dia andava a cavalo pela floresta e ficou encantado com a visão de um pinheiro coberto de neve e as estrelas do céu vistas entre as folhas da planta. Ao chegar em casa, tentou reproduzir o cenário para a família, usando galhos, algodões, velas e outros adereços. "Foi aí que teria começado o costume alemão de decorar a árvore", afirma. Para o artista, a luz une as pessoas e dá significado para a festa de Natal.
Amanda de Santa
Especial para a FOLHA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados
HOSPEDADO POR
Hospedado por Mandic