VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Folha Mais
28/10/2017

Vamos passear na floresta…

Turismo no Norte do Paraná contempla a natureza em vários aspectos: rural, esportivo, gastronômico, cultural, histórico, de imersão e lazer

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Fotos: Gina Mardones
Fotos: Gina Mardones - Estância Cachoeira, em Tamarana, faz parte da Rota Sonho Lindo
Estância Cachoeira, em Tamarana, faz parte da Rota Sonho Lindo


Acordar, sentir o frescor da mata, ouvir a cachoeira e os pássaros, conhecer frutos e as plantações, praticar algum esporte entre serras, lagos e rios. A natureza é opção de refúgio e promove uma diversidade de atrações para quem pretende sair da rotina estressante da vida urbana. Conhecendo o potencial norte paranaense, empreendedores se unem para construir a Rota Sonho Lindo.
PUBLICIDADE

"Na região de Tamarana (onde tudo começou), iniciaram o movimento do turismo, mas cada proprietário investia de maneira isolada. O turismo não funciona dessa forma, é preciso união, parcerias. Foi desse sonho compartilhado por vários, desde o pequeno agricultor até o grande investidor, que surgiu a Rota Sonho Lindo", conta Denise Araújo, idealizadora do projeto em sociedade com João Gouveia Cezar.

Denise Araújo e João Gouveia Cezar iniciaram o projeto turístico, que hoje contempla 23 municípios
Denise Araújo e João Gouveia Cezar iniciaram o projeto turístico, que hoje contempla 23 municípios


São oito roteiros a explorar: Circuito das Águas, Pioneiros, Terra Viva, Pé de Serra, Aventura, Gastronômico-cultural, Agronegócio e Nipo Brasileiro, que vão desde a contemplação da natureza até a vivência de uma cultura, plantar, cultivar e colher, praticar esportes de aventura, conhecer histórias e provar sabores. "O turismo na natureza tem um leque muito grande de possibilidade de lazer e o Paraná é muito rico em clima, em natureza", afirma Araújo.

Até o momento, a Rota contempla 23 municípios do norte do Paraná abrangendo 200 km, tendo Londrina como polo de infraestrutura urbana, como aeroporto e hotéis. No entanto, a ideia é sair da cidade e explorar o Norte do Paraná das formas que ele oferece. "Nós temos destinos lindos escondidos. De Tamarana a Londrina e de Londrina a Sertaneja já são dois roteiros distintos, é exclusivo, porque há outra vegetação, cachoeiras diferentes", afirma Cezar.

O Circuito Nipo Brasileiro, por exemplo, passa por Assaí, onde os turistas possuem a vivência da cultura japonesa, como fé, cultura, formas de plantio. Os esportes de aventura em Tamarana contemplam as escaladas, trekking, rapel, aquatrekking. Já em Sertaneja, o forte é o esporte náutico, como pesca esportiva, passeios de lanchas e jet skis. Locais de cachoeiras, rios, matas, serras são explorados de acordo com o circuito escolhido, percorrendo várias cidades.

"A intenção é que sempre vivenciem a natureza de alguma forma", explica Cezar. E assim, conhecer e valorizar os espaços da região. "As pessoas buscam imersão, contato com a natureza, se desconectar, viver com a família e amigos. Nós estamos trabalhando para que a nossa região se torne polo turístico nessa área", almeja Araújo.



Serviço

Saiba mais sobre a Rota Sonho Lindo no site www.rotasonholindo.com.br

Projeto tem mais de 100 pessoas envolvidas
Entre a mata, pássaros, sombra, frescor e um som adorável. Foi na Estância Cachoeira, em Tamarana, que a Rota Sonho Lindo teve início. O local já pertencia à família de Denise Araújo e o desejo de transformá-la em local turístico vem de longas datas. "Já sou a 4ª geração da família, mas meu pai assumiu a fazenda e construiu a estrutura há mais de 20 anos. Ele já tinha essa intenção", conta.

Araújo precisava de alguém que entendesse o sonho e foi, por acaso, que encontrou João Gouveia Cezar, empreendedor, formado em Administração, com experiência em consultoria, tecnologia e gestão de processos. Cezar também se arriscou, a alguns quilômetros dali, em promover o turismo rural com o sítio que comprou. O empreendedor já recebia pessoas interessadas pelo plantio, cultivo e colheita em sua propriedade, mas com as chuvas do início de 2016 perdeu boa parte da estrutura. "Eu conheci a Denise e vi que poderia continuar o processo na propriedade da família dela", conta.

O alcance foi muito maior. "Eu já tinha o anseio da Rota, mas era uma andorinha sozinha, eu não sabia, faltava alguém que entendesse a visão e conhecesse o processo. O João já estava vivenciando isso a 35 km daqui", conta a empreendedora. Juntos, formaram parcerias com outros proprietários e hoje são mais de 100 pessoas envolvidas. "O nome veio do sítio Sonho Lindo, do meu pai, e também do desejo de muitos empresários. E também por acreditar, nós estamos dando continuidade a esse sonho", orgulha-se.
Lais Taine
Reportagem Local
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO
RELIGIÃO E ESOTERISMO

Prática ancestral

Conheça os ensinamentos do xamanismo como forma de energia e autoconhecimento

SAÚDE E ESTÉTICA

Natureza a nosso favor

A gourmeterapia, uso de óleos essenciais, argila e outros ativos naturais, promove a beleza e a saúde da pele e dos cabelos

CONTATO FUNDAMENTAL

Mão na terra, espírito livre

Deixar a cidade e morar no campo é desejo de muitos, mas praticar a mudança exige coragem. Estar em contato com a natureza pode ser revolucionário

Fitoterapia como forma de prevenção

Produzidos com plantas, medicamentos e remédios ajudam na prevenção e tratamento de diversas doenças

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados
HOSPEDADO POR
Hospedado por Mandic