VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Esporte
15/09/2012
Ótima fase

Técnico brasileiro crê em vitória nas duplas na Davis

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

O Brasil precisa de apenas um ponto para voltar ao Grupo Mundial da Copa Davis. E esse passo decisivo pode ser dado pela dupla formada por Marcelo Melo e Bruno Soares neste sábado, às 15 horas. Os brasileiros enfrentarão os russos Alex Bogomolov Jr, número 90 do ranking da ATP, e Stanislav Vovk, de 21 anos, no saibro em São José do Rio Preto (SP).
PUBLICIDADE

A situação é extremamente favorável para o País, já que os duplistas vivem ótima fase. Mas o capitão João Zwetsch prefere conter a empolgação. "Temos 2 a 0 e uma situação muito interessante. Ao mesmo tempo, o nosso objetivo permanece o mesmo e vai permanecer até o momento em que definir esse confronto. Espero que o Bruno (Soares) e o Marcelo (Melo) consigam trazer esse ponto para o Brasil", disse.

O comandante ainda conta com a chance do capitão Shamil Tarpishchev promover alguma alteração na equipe adversária para o jogo deste sábado, já que a pressão está toda do lado russo. "O garoto que está escalado para jogar tem pouca experiência. É um bom atleta, mas existe a possibilidade de mudar pela situação", afirmou.

João Zwetsch reconhece que os brasileiros são favoritos no duelo e mostra bastante confiança nos duplistas. "Marcelo e Bruno vem amadurecendo muito ao longo dos anos. Tenho certeza que vão conseguir transformar essa superioridade em resultado".

O Brasil não disputa uma partida no Grupo Mundial desde 2003, quando o País ainda era liderado por Gustavo Kuerten, tricampeão em Roland Garros e ex-número 1 do mundo.
Redação Bonde
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

São Paulo vai ao ataque contra Portuguesa

Com time precisando dos três pontos, Ney Franco escalou três atacantes ante rival paulistano

Palmeiras torce para Narciso dar certo

Diretoria encontra dificuldades para contratar um substituto para Luiz Felipe Scolari

Lendas do automobilismo correm em São Paulo

Ex-pilotos da F-1 disputam ''Seis Horas de São Paulo'', hoje, em Interlagos; Audi e Toyota monopolizam disputa na pista

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados