VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Esporte

Em busca de um substituto

Sem Artur, o maior destaque do Tubarão, Tencati quebra a cabeça para armar o meio-campo contra o Juventude

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube - Dirceu admitiu o erro em Criciúma, mas não quer saber de pegação no pé:
Dirceu admitiu o erro em Criciúma, mas não quer saber de pegação no pé: "Não é hora de criar monstros, nosso time é muito maduro"


O técnico Claudio Tencati quebra a cabeça para encontrar um substituto para o atacante Artur, suspenso do confronto contra o Juventude, na sexta-feira (13), em Caxias do Sul. O jogador recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Criciúma.
PUBLICIDADE

Artur é destacadamente o jogador mais regular do alviceleste nesta Série B e, após a saída de Jonatas Belusso, assumiu o posto de artilheiro da equipe. Já marcou seis gols, além de nove assistências. A dificuldade maior do treinador é que não há uma peça com as mesmas características no elenco do atleta que pertence ao Palmeiras. Artur tem se revezado ora como atacante, ora como meia, como foi em Santa Catarina.

A primeira alternativa de Tencati é escalar Marcinho e assim armar a equipe com quatro homens no meio-campo. Se quiser manter a formação com três atacantes, a opção passa a ser William Henrique. Por outro lado, o volante Jumar já cumpriu a suspensão automática e fica à disposição para o duelo na serra gaúcha.

Tempo
Após a maratona de jogos da última semana, os jogadores do Londrina comemoram a folga de seis dias até a próxima partida. "Vai ser importante este tempo para descansarmos e ver o que erramos para a sequência. Temos que colocar a cabeça no lugar e não repetir os erros", afirmou Negueba, que marcou seu primeiro gol com a camisa alviceleste em Criciúma.

"O velho Negueba ficou para trás assim como a desconfiança por eu ter jogado no Coritiba e feito aquele gol com aquela comemoração. Estou feliz agora em poder ajudar o Londrina", emendou, se referindo ao gesto de degola que fez contra o LEC no Paranaense de 2015.

Já o zagueiro Dirceu admitiu o erro individual no lance que resultou no empate no sábado, mas ressaltou que não é hora de uma caça a
bruxas no elenco. "Na maioria das saídas de bola as coisas deram certo e naquele momento fiz a pior escolha e acabamos pagando o preço por isso", revelou. "Não é hora de criar monstros, nosso time é muito maduro. O apoio que o grupo me deu foi fantástico e isso dá um crédito para o próximo jogo, que tenho certeza de que estaremos mais fortes". O Londrina ocupa a 10ª colocação na série B, com 37 pontos, enquanto o Juventude é o sétimo, com 45.
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Juiz decreta prisão preventiva de Nuzman

Marcelo Bretas entendeu que presidente do COB ainda pode interferir nas investigações sobre suposta compra de votos na escolha do Rio como sede olímpica

E A ARGENTINA?

A Argentina e os dilemas de cada torcedor

Confesso que um dos meus conflitos internos no futebol envolve justamente a seleção da Argentina. Por mais que teria a obrigação de não gostar dela, não consigo torcer contra

MONSTRO

Messi marca três e leva Argentina para Copa do Mundo

Craque chamou a responsabilidade e comandou a virada por 3 a 1 contra o Equador; vitória evita vexame da seleção alviceleste ficar de fora do Mundial na Rússia-2018

FESTA EM SP

Brasil se despede com vitória em casa e elimina bicampeão da Copa América

Seleção fez 3 a 0 no Chile que não conseguiu segurar o forte ataque brasileiro para conquistar classificação; Gabriel Jesus marcou duas vezes no retorno ao estádio do Verdão

Vai ou não vai?

Com apenas dois gols em cinco jogos neste ano, Argentina joga tudo contra o Equador para não ficar de fora da Copa pela primeira vez em 47 anos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados
HOSPEDADO POR
Hospedado por Mandic