VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Segunda-feira, 22 de Maio de 2017
Cidades
19/05/2017

Praça de atendimento da prefeitura está fechada

Unidade da Fazenda não funcionará nesta sexta por causa da reforma no prédio; obras no setor térreo devem ser concluídas em 60 dias

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Ricardo Chicarelli
Ricardo Chicarelli - Além da reforma, o programa de modernização inclui a capacitação de servidores e reestruturação da rede lógica
Além da reforma, o programa de modernização inclui a capacitação de servidores e reestruturação da rede lógica


A prefeitura de Londrina está executando mais uma etapa das reformas e da modernização do prédio do Executivo, localizado na zona sul. Nesta sexta-feira (19), a Praça de Atendimento 1, da Secretaria Municipal de Fazenda, estará fechada e a partir das 12 horas de segunda-feira (22), ao meio-dia, a unidade passará a funcionar, provisoriamente, no primeiro andar do prédio.

De acordo com a coordenadora do Núcleo Especial de Trabalho para Modernização da Administração Tributária Municipal (Nemat), Liz Dayane Paludetto Rodrigues, a previsão é que as obras do andar térreo sejam concluídas em até 60 dias. Ela explica que a modernização melhorará a estrutura da rede de dados, instalação elétrica, acessibilidade, climatização do ambiente e eficiência energética, entre outros.

As obras fazem parte do Programa de Modernização da Administração Tributária e Setores Sociais Básicos (PMAT), financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com contrapartida do Município. "O investimento total é de R$ 14 milhões. O contrato com o BNDES vai até outubro de 2018. Por enquanto estamos pagando a amortização dos juros. O financiamento será pago em 72 parcelas, além da carência de prazos e a amortização dos juros", destaca Liz. Segundo ela, 66% da obra já foram realizados, incluindo o segundo andar do prédio.

Além da reforma, o programa inclui a capacitação de servidores, elaboração do plano diretor de geoprocessamento, reestruturação da rede lógica e tecnologia, implantação do sistema de compras públicas, modernização e capacitação na gestão do patrimônio, modernização de processos e gestão de documentos e arquivo público. "Entre os resultados que já conquistamos está a redução dos prazos na gestão de processos em 30% e o consumo de impressão diminuiu em 48% nesse primeiro ano com a implantação do sistema eletrônico de informações (SEI)", ressalta a coordenadora. O SEI é o sistema oficial do município pelo qual tramitam os processos administrativos, documentos e informações. É um software livre, desenvolvido totalmente em ambiente web, e foi cedido à prefeitura pelo Tribunal Regional da 4ª Região. "Neste primeiro ano, no mínimo 700 mil folhas deixaram de ser impressas", reforça.
Vítor Ogawa
Reportagem Local
Continue lendo
10
Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoterias
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralReportagemCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteClube do AssinanteFale ConoscoAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados