Gerasul vai ser levada a leilão em 15 de setembro


Agência Folha
Agência Folha

A privatização da Gerasul (geradora de energia da Eletrobrás no Sul do País) foi adiada para o próximo dia 15. A empresa seria vendida no dia 1º de setembro. A venda da Gerasul é a principal privatização do setor elétrico federal neste ano. Segundo o BNDES, o motivo do adiamento foi o atraso da Agência Nacional de Energia Elétrica na formulação das novas regras do setor.
O BNDES informou ontem, por meio de nota oficial, que o leilão foi adiado para que os investidores tenham mais tempo para conhecer as normas publicadas pela Aneel. O presidente da Eletrobrás, Firmino Sampaio, disse que o adiamento da venda não tem relação com a queda registrada nas principais Bolsas de Valores do mundo. ‘‘A venda da Gerasul não está associada a movimentos de Bolsa de Valores no dia-a-dia. As grandes corporações da área de energia conhecem a qualidade do ativo da Gerasul’’, afirma.
O preço mínimo do controle acionário do governo (50,1% do capital votante) na Gerasul foi estabelecido em R$ 945,2 milhões. Na assinatura do contrato de venda, o comprador da estatal pagará 50% do valor oferecido.


Continue lendo


Últimas notícias