CLÁUDIO HUMBERTO


''Nossas ações já estão acontecendo, mas elas são invisíveis''
Ministra Benedita da Silva sobre as críticas da oposição sobre sua falta de iniciativa

Governo sonha 'explodir cartórios'
A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara debateu com Olívio Dutra e secretários do Ministério das Cidades problemas como grilagem e regularização fundiária. Quando o ministro já tinha se retirado, a secretária executiva, Ermínia Maricato, desabafou: ''Para resolver isto, só se fosse possível explodir os cartórios de registro de imóveis, verdadeiras fábricas de papéis há mais de 300 anos, que só existem no Brasil e Portugal; legalizar propriedades é uma guerra burocrática e judiciária, daí a atual confusão''.

Maciel encolheu
O senador e ex-vice-presidente Marco Maciel está diminuindo de tamanho. Ele jurou a amigos que já teve 1,86m de altura, mas hoje não passa dos 1,84m. A problema está na escoliose que o acomete. E aos seus 62 anos.

Bateu, levou
Não adianta choro, nem vela: em retaliação às críticas do deputado Roberto Freire (PE), presidente do partido, ao governo Lula, as indicações do PPS para cargos federais foram suspensas, por ordem do Palácio do Planalto.

A pão e água
Nelson Borges, ex-diretor do Incra, e Clementino Coelho, ex-deputado, estão desempregados. Além de serem do PPS, o que explica a ''geladeira'', Coelho quer presidir Codevasf. Esse cargo foi solicitado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), para um protegido.

Só sob pressão
Um assessor do Palácio do Planalto revela, em caráter reservado, que o presidente Lula não deseja nomear Felipe Belisario (''Luís Favre''), mas teme que a prefeita Marta Suplicy cumpra a ameaça de abandonar o PT.

Futum petista
Não é novidade o escândalo envolvendo o namorado de Marta Suplicy e provável ''coordenador de relações internacionais'' do governo Lula. Todo mundo sabe que o camarada não cheira bem...

Seguindo passos
O ministro Antônio Palocci não segue os passos do antecessor apenas na condução do Ministério da Fazenda. Todos os dias, Palocci faz o mesmo percurso de Pedro Malan na caminhada matinal no Lago Sul, em Brasília.

Turismo a Beira-Mar
Levado de um lado para o outro, daqui a pouco quem vai cuidar da agenda de Fernandinho Beira-Mar não será mais a Polícia Federal, mas a Embratur.

Vingança maldita
Alagoanos que se orgulham de terem sido visitados pelo papa João Paulo II desconfiam que a ''visita'' de Fernandinho Beira-Mar é a vingança de Lula contra o único Estado que o derrotou, nas eleições presidenciais.

Saudades de Amaral
Alagoas seria ideal para ''hospedar'' Fernandinho Beira-Mar se o coronel de Exército José Azevedo Amaral fosse ainda secretário de Segurança. No seu tempo, anos 80, bandido preso em outro Estado pedia aos prantos para não ser levado a Alagoas, cujos cidadãos dormiam com portas destrancadas.

Restos a pagar
A Transbrasil faliu e deixou o abacaxi com a revista Época, que responde a sete mil queixas de assinantes cobrando as passagens negociadas com a empresa aérea. A editora chegou a desembolsar uma média diária de R$ 40 mil em indenizações. Cerca de 30 mil assinantes ainda não se queixaram.

Mal vindo
Os vereadores do Rio de Janeiro declararam, com razão, George Bush ''persona non grata'' à cidade. Ao receber a notícia, o celerado certamente reagirá irritado: ''o que esses argentinos estão pensando?''

Separados no berço?
Olhando bem, o desenho dos capacetes dos soldados americanos no Iraque é muito parecido com aqueles dos soldados nazistas, na II Guerra.

Duro de matar
O alemão Karl Esser revelou em Berlim que Saddam está a cem metros abaixo de Bagdá, num bunker de US$ 200 milhões, que só uma carga de 16 mísseis Tomahawk poderá destruir. O avô dele construiu o bunker onde Hitler se matou, no final da II Guerra, durante o intenso bombardeio russo.

Se fosse a Jorgina...
Pedro Paulo Felicíssimo não é tanto assim. Há um ano tenta no Ministério da Saúde, no Rio, a correção monetária da pensão da mãe. Viúva, 82 anos, sem andar e quase cega, ganha R$ 210,00. Tem direito a atrasados de cinco anos. O ministério alega falta de funcionários. De sobra, só desumanidade.

Luz no túnel
O presidente da Eletrobrás, Luiz Pinguelli Rosa, reúne-se semana que vem, no Rio, com os presidentes das empresas do sistema. Apresentará a versão final dos três relatórios sugerindo medidas emergenciais, um modelo para o setor, etc. a ser entregue à ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef.

Turismo nos Correios
Documento da Federação de Rodeio do Rio, despachado para outra cidade no estado, foi para Santa Catarina, voltou, mas aterrissou de novo na terra de Beto Carrero. Tony Nascimento, presidente da Federação, criou até slogan: ''Errar uma vez, tudo bem. Duas é Sedex.''

PODER SEM PUDOR
Certo endereço errado
O senador paraibano Efraim Morais (PFL) é conhecido pelo jogo de cintura e o senso de humor. Presidente-tampão da Câmara por 45 dias, no final de 2002, às vésperas de deixar o cargo e a residência oficial, ele recebeu a inesperada visita do campeão de votos Enéas Carneiro (Prona-SP) e de seus deputados acusados de fraudar o domicílio eleitoral. Efraim esmerou-se na simpatia, mas torcia para fossem embora sem serem vistos. Foi inútil: um repórter soube e quis saber o motivo da visita. Efraim foi rápido:
- Nada não, eles erraram de casa...

Colaborou: Teresa Barros
E-mail: [email protected]
www.claudiohumberto.com.br

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias