ENTRETENIMENTO -

Lugar de crianças.... e de adultos

Com 36 opções de brinquedos, parque de diversões garante alegria e muita adrenalina

Gabrieli Chanthe - Estagiário*
Gabrieli Chanthe - Estagiário*

Os brinquedos fortes emoções estão na preferência da galera mais jovem
Os brinquedos fortes emoções estão na preferência da galera mais jovem | Marcos Zanutto


O parque de diversões é um dos maiores atrativos da ExpoLondrina. Neste ano o espaço contou com 36 brinquedos, sendo 14 destinados para crianças de dois a dez anos. Entre as opções para as crianças encontra-se carrossel, escorregador inflável, os carrinhos giratórios, entre outros. Para os adultos boas opções, como as que garantem muitas emoções e adrenalina: a montanha-russa, o evolution e o freestyle. 


Victor Hugo, de três anos e Julia Pietra, de seis, se divertiam nos carrinhos, seguido pelos olhos atentos do pai, o mecânico Cicero Cipriano. “Gosto de trazê-los aqui porque sinto confiança nos brinquedos, é uma das poucas oportunidades de diversão.” 




Muitos pais aproveitam o momento de lazer com os filhos para também terem seus  momentos de diversão. Cipriano é um deles e fala emocionado sobre as lembranças que tem da Expo. “Eu brincava aqui com o meu pai e hoje brinco com os meus filhos, acho que essa interação entre pai e filho fica para a vida toda.” 


Um dos brinquedos que proporciona este momento familiar é a roda gigante. Nesta edição da ExpoLondrina, o parque de diversões conta com duas rodas gigantes com alturas diferentes, uma de 20 metros e outra de 27 metros. O brinquedo integra as opções do parque desde a edição de 2018. Marilene Miranda Almeida de Oliveira é a responsável por cuidar desta nova atração. “É muito gostoso ver a satisfação das pessoas, participar desse momento de lazer. Hoje mesmo uma criança me abraçou e agradeceu, eu fico muito feliz”, conta a colaboradora.



Cicero Cipriano trouxe os filhos Julia Pietra e Victor Hugo: “Gosto de trazê-los aqui; essa interação entre pai e filho fica para a vida toda”
Cicero Cipriano trouxe os filhos Julia Pietra e Victor Hugo: “Gosto de trazê-los aqui; essa interação entre pai e filho fica para a vida toda” | Marcos Zanutto



O parque de diversões também recebe as excursões e as escolas públicas que visitam a feira e aproveitam a oportunidade para ensinar as matérias do cotidiano, em um ambiente diferente e mais alegre. A escola Professor José Carlos Panotti, localizada na zona norte de Londrina, levou todos os alunos. 


A diretora Evelice Maria Bueno destaca o processo de aprendizagem que os professores realizam por meio da visita à feira. “Como aqui as crianças lidam bastante com o dinheiro, procuramos abordar a matemática, ensiná-los a conferir o troco, por exemplo. Além disso é a única oportunidade de lazer acessível para as crianças.” 


Além das crianças, muitos idosos aproveitam o tempo livre para se entreter. Joaquim Soares de Araujo, 75 anos, admira as opções radicais. “Se fosse pra eu brincar em algum, eu ia escolher a montanha-russa”, revela. 


Além da variedade de brinquedos, o horário de funcionamento também facilita o acesso ao parque, já que abre ao público às 9h e fecha apenas no começo da madrugada, conforme vai diminuindo o movimento. O valor do ingresso da maioria dos brinquedos é de R$ 10 reais; alguns específicos, como a roda gigante, custam um pouco mais, R$ 15 reais. 


Responsável pelo parque desde a primeira edição, Ilson Alves Moreira relata todo o cuidado da empresa de diversão para garantir a segurança no uso dos equipamentos a todos os visitantes. “Engenheiros mecânicos acompanham os brinquedos desde a montagem. Os instrutores ao constatar qualquer barulho fora do comum são instruídos a pararem a máquina no mesmo instante e chamar o pessoal da manutenção” explica o empresário.


E para quem gosta de aproveitar o parque e espera por novidades, Moreira tem boas notícias. O empresário afirma que está buscando por novas atrações e o objetivo é conseguir trazer algo novo para a edição de 2020.


* Supervisão de Célia Guerra, editora de Cadernos Especiais 

Sem perder a majestade, a roda gigante continua atraindo a maior parte do público que busca diversão
Sem perder a majestade, a roda gigante continua atraindo a maior parte do público que busca diversão | Marcos Zanutto

















Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo