VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Terça-feira, 23 de Maio de 2017
Norte Pioneiro
28/10/2015

Famílias do Norte Pioneiro cadastradas na Cohapar

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Siqueira Campos - Levantamento sobre a demanda por moradias nas cidades do Norte Pioneiro está sendo realizado por funcionário da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). Segundo informações da entidade, durante este mês, foram concluídos os cadastramentos de famílias interessadas em participar dos novos projetos habitacionais do governo estadual em Siqueira Campos e Quatiguá.
As informações serão utilizadas na definição dos programas que mais se enquadram às necessidades dessa população, além de tornar mais ágil a seleção dos beneficiados. A expectativa da Cohapar é de atualizar os dados de todos os 399 municípios do Estado.
Em Siqueira Campos, foram cadastradas aproximadamente 1.200 famílias. Já em Quatiguá, cerca de 700 famílias participaram das inscrições. O trabalho foi coordenado conjuntamente pelas equipes sociais da Cohapar e das prefeituras.
Além dos dois municípios, o escritório regional da Cohapar de Cornélio Procópio já fez o cadastramento em Ribeirão do Pinhal, Santo Antônio da Platina, Joaquim Távora (distritos de São Roque do Pinhal e Joá), Barra do Jacaré, Sertaneja, São Sebastião da Amoreira e Japira.
Segundo o gerente regional da Cohapar, Nilton de Sordi Junior, o trabalho se estenderá para as demais cidades atendidas pelo escritório.
Na última segunda-feira, o prefeito de Figueira, Valdir Garcia, foi recebido pelo chefe de gabinete da companhia, João Naime Neto, em Curitiba. Além de acompanhar o andamento dos projetos habitacionais do município, o prefeito apresentou mais demandas por moradias populares.
Em Figueira, atualmente, estão sendo construídas 46 casas. Destas, 14 unidades devem ser entregues nas próximas semanas. Os investimentos nas obras chegam a R$ 2 milhões. O município visa construir mais 47 unidades destinadas a famílias que pagam aluguel no município. A administração municipal pleiteia ainda a adesão ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza para a realocação de 30 famílias residentes em áreas de risco.
Reportagem Local
Continue lendo
6
Continue Lendo
Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoFolha MaisEleições 2016Índice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoterias
SEMANAIS
Folha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroMercado DigitalFolha RuralReportagemCozinha & Sabor
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteClube do AssinanteFale ConoscoAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados