VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Mundo
11/08/2017
DESASTRE

Portugal enfrenta dois grandes incêndios no centro do país

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Cerca de mil bombeiros, com apoio de meios terrestres e aéreos, estão combatendo nesta sexta-feira (11) dois grandes incêndios ativos nos distritos de Setúbal e Santarém, no centro de Portugal. As informações são da EFE.

Em ambos os casos, o fogo apresenta "sinais de que começa a ceder", declarou à imprensa a porta-voz da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Patrícia Gaspar.

No total, oito incêndios continuam ativos nesta manhã no país, mas apenas esses dois são considerados de "grandes dimensões" e "preocupantes".

Como medida de precaução, as autoridades locais mantêm interditadas várias estradas da região, entre elas uma rodovia nacional.

O incêndio que mobiliza mais recursos é o que começou na quarta-feira (9) nos limites municipais de Abrantes, em Santarém, onde 731 bombeiros combatem as chamas, com apoio de 240 veículos e oito aviões, entre os quais dois espanhóis e um marroquino.

No foco de Grândola, no distrito de Setúbal, cerca de 250 bombeiros, apoiados por 74 veículos e dois helicópteros, trabalham para conter as chamas.

Segundo Patrícia Gaspar, as previsão meteorológicas, marcadas por altas temperaturas no centro do país e acompanhadas de ventos com rajadas fortes, não devem mudar nas próximas horas.

A situação hoje, no entanto, é melhor que a de ontem, dia em que, segundo balanço da Autoridade Nacional de Proteção Civil, foram mais de 200 focos em todo o país.

Um deles obrigou inclusive a interdição do trânsito na rodovia A1, que liga as cidades de Lisboa e Porto, em seu trecho que passa pelo município de Mealhada, no distrito de Aveiro, no centro do país
Agência Brasil
CONTINUE LENDO
TENSÃO

UE convoca reunião sobre Coreia do Norte

Objetivo é discutir crise entre Pyongyang e os EUA

Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados