VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso gratuito ao
conteúdo Folha de Londrina
   ou   
para ter acesso ao melhor conteúdo do Estado.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Segunda-feira, 29 de Agosto de 2016
Geral
28/12/2013

Visitas em presídios são suspensas após motim

Rebelião no Complexo Médico Penal foi controlada após acordo sobre a remoção de 40 detentos

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois
Gustavo Carneiro
Visitas foram suspensas nas unidades prisionais, incluindo a Penitenciária Estadual de Londrina 2

Pinhais - Depois de 20 horas, as visitas nas unidades prisionais de todo o Paraná foram retomadas no início da tarde de ontem. A determinação de suspender a entrada de familiares no sistema penitenciário partiu da Secretaria Estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju). De acordo com o órgão, a medida foi tomada para evitar possíveis ações dentro dos presídios, enquanto um motim desencadeado no Complexo Médico Penal (CMP), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), não fosse contido.
A ação no CMP, liderada por quatro detentos, teve início às 15 horas de quinta-feira, quando dois agentes penitenciários foram rendidos no momento em que encaminhavam presos para celas da terceira galeria da unidade, e se estendeu até as 11 horas de ontem. Os internos pegaram as chaves das celas e soltaram aproximadamente 130 presos da galeria.
Os detentos que participaram do motim eram da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP) 1, Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP ) 2 e da Casa de Custódia de São José dos Pinhais, e tinham sido encaminhados para o CMP para tratamentos de saúde. Eles reivindicavam transferências para o interior do Estado e para outras unidades da Grande Curitiba, ampliação do tempo de visitas, liberação de sacolas, entre outros pedidos.
A negociação, coordenada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, também contou com a participação de um juiz e de dois advogados indicados pelos presos. Segundo a Secretaria Estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju), os reféns foram liberados após acerto sobre a remoção de 40 detentos. Um dos agentes foi solto por volta das 3 horas da madrugada e o segundo às 11 horas, sem ferimentos. Conforme o órgão, durante todo o motim os agentes foram mantidos trancados em uma das celas da unidade.
De acordo com o diretor geral do Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen-PR), Cezinando Paredes, a suspensão das visitas foi uma determinação preventiva. "Sem dúvida existe um clima de tensão dentro do sistema penitenciário. Isso ocorre por uma série de fatores, desde a cobrança por transferências, a distância da família no final de ano etc. Sabemos disso e estamos monitorando. Acredito que daqui pra frente a situação deve se tranquilizar", informou.

Troca
Cezinando assumiu o Depen-PR no último dia 18, após Maurício Kuehne colocar o cargo à disposição. Conforme a Seju, a secretária Maria Tereza Uille Gomes aceitou o pedido de Kuehne. O órgão também informou que a decisão não tem nenhuma ligação com as rebeliões registradas desde o início do mês. No dia 4, um agente penitenciário foi feito refém por internos da PEP 1 e; no dia 11, dois agentes ficaram em poder de três presos da Penitenciária Central do Estado (PCE).
Rubens Chueire Jr.
Reportagem Local
Continue lendo
9
Continue Lendo
Assine a Folha de Londrina
EDITORIAS
PolíticaGeralMundoCidadesEconomiaEsporteFolha 2OpiniãoÍndice de Notícias
SEÇÕES
ChargeColunistasIndicadoresTempoHoróscopoEdição DigitalGaleria de FotosClassificadosCadernos EspeciaisPromoçõesLoterias
SEMANAIS
ReportagemFolha GenteCarro & CiaImobiliária & CiaSaúdeEmpregos & ConcursosFolha CidadaniaNorte PioneiroCasa & ConfortoMercado DigitalFolha da SextaFolha Rural
CLASSIFICADOS
VrumLugar CertoFolha ClassificadosDiversos
SERVIÇOS
ComercialArquivoCapa do ImpressoExpedienteClube do AssinanteFale ConoscoAviso LegalPolítica de PrivacidadeTrabalhe ConoscoQuem SomosGuia GastronômicoAssine Já!
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados