VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Geral
11/08/2017

Polícia queima 90 mil pés de maconha na Bahia

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

São Paulo - Uma operação policial queimou 90 mil pés de maconha prontos para serem colhidos no interior da Bahia na quarta-feira (9). A plantação estava a 50 quilômetros da cidade de Mirangaba, na região norte do Estado.
PUBLICIDADE

A ação, coordenada pela 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), teve apoio de drones para localizar a plantação, que tinha estrutura de irrigação por gotejamento e poços artesianos. A Polícia Civil informou, em nota, que quatro homens presentes no local no momento da ação trocaram tiros com policiais. Os suspeitos conseguiram fugir após entrarem na caatinga.

Segundo a nota, a droga seria vendida por mais de R$ 1 milhão. A polícia informa que agora busca identificar os proprietários do terreno, do plantio e seus investidores. A droga foi queimada.

Em 4 de julho, a Coorpin queimou outros 115 mil pés de maconha na região de Mirangaba. Na ocasião também houve troca de tiros com os homens que cuidavam das drogas.

MAIS DROGAS
Três toneladas de maconha foram apreendidas na manhã desta quinta-feira (10) na região de Feira de Santana, uma das principais cidades da Bahia. A droga foi encontrada em um caminhão na BR-116, que liga o Rio Grande do Sul ao Ceará. Segundo a polícia, o destino da maconha era Salvador. A operação foi uma parceria da Secretaria de Segurança Pública e das polícias Federal e Rodoviária Federal.
Paulo Beraldo
Agência Estado
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

Cirurgia bariátrica avança no País e pode incluir ainda mais pacientes

Nos últimos cinco anos, número de procedimentos realizados em território nacional aumentou 39%

SIM À VIDA

Número de doadores efetivos de órgãos cresce 11,8% no País

Paraná é um dos Estados com maior taxa, perdendo apenas para Santa Catarina

PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados