VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Geral
14/11/2017
INVESTIGAÇÃO CONTINUA

Polícia prende suspeito de executar ex-agente penitenciário em Londrina

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

A Delegacia de Homicídios de Londrina (DHL) prendeu na última segunda-feira (13) um rapaz de 26 anos que estaria envolvido no assassinato do ex-agente Diego Julio Lapchenski Macena, no dia 19 de julho deste ano. O corpo foi encontrado próximo à Estrada da Pedreira, que interliga o Conjunto Cafezal ao Jamile Dequech, zona sul de Londrina. Ao ser encontrada morta, a vítima foi reconhecida por um parente, que acompanhou o resgate.
PUBLICIDADE

O nome do suspeito não foi divulgado pela Polícia Civil "para não atrapalhar as investigações". Segundo o setor de Homicídios, Diego teria sido assassinado quando os criminosos o identificaram como agente prisional. Ele trabalhou no ramo por dois anos no Paraná. No dia 10 de julho, o rapaz saiu de casa para negociar um terreno com R$ 700 e um celular no bolso. Dias depos e sem nenhuma notícia, familiares acionaram a polícia.

A motocicleta de Diego foi localizada em um ribeirão na saída de Londrina para Curitiba. A Delegacia de Homicídios trabalha com a possiblidade do homicídio ter sido cometido por outras pessoas.
Rafael Machado
Grupo Folha
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO
POLÊMICA NA EDUCAÇÃO

Aumento da jornada dos professores municipais busca cumprir meta do PNE

Plano Nacional de Educação prevê que ensino em tempo integral seja ofertado em pelo menos 50% das escolas públicas brasileiras; sindicato discorda da ampliação da carga horária

SAIBA COMO FUNCIONA

Celas modulares devem ser instaladas em Londrina

Órgão penitenciário não informa data nem número de "shelters", mas confirma que alguns serão destinados à Casa de Custódia

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados
HOSPEDADO POR
Hospedado por Mandic