VOLTAR PARA HOME
Continue tendo acesso ao conteúdo da Folha
   ou   
Cadastre-se pelo Facebook
para ter acesso ao melhor conteúdo do Paraná
VOLTAR PARA HOME
Olá
Assine já para continuar a ler a Folha de Londrina.
Para identificá-lo como assinante, precisamos do seu email e CPF.
VOLTAR PARA HOME
Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante Já sou assinante
Geral
21/04/2017
NESTA SEXTA

Adolescente morre baleado em confronto com a PM na zona sul; comparsa se entrega

QR Code
Enviar por Email
Compartilhar
Twettar
Linkedin
Fonte
Comunicar erro
Ler depois

Fotos: Anderson Coelho
Fotos: Anderson Coelho

Um adolescente de 15 anos morreu e outro adolescente, de 16, se entregou e foi preso em confronto com a Polícia Militar (PM), no início da tarde desta sexta-feira (21), na rodovia Mabio Gonçalves Palhano, quilômetro 14, perto da Mata dos Godoy, na zona rural de Londrina.
PUBLICIDADE

De acordo com a PM, por volta das 13h, a dupla roubou dois veículos, um Amarok e um Fiat Uno, além de outros objetos, em um sítio no Distrito São Luiz.

O proprietário do sítio, o piscicultor Rui Anami, de 67 anos, relatou à reportagem que foi rendido pelos dois quando chegava no local. Foi amordaçado e amarrado no banheiro. Além disso, disse que o adolescente, que já tinha passagem pelo Centro de Socioeducação de Maringá (Cense Maringá), trabalhava com ele. O pai do adolescente pediu ao dono do sítio para dar uma chance ao menino. Até então, "nunca tinha dado trabalho", conforme Anami.

Quando a dupla se evadiu com os veículos, uma equipe da Rotam os avistou, perto do portal da Mata dos Godoy, quando o adolescente, de 15 anos, começou a atirar contra a viatura. Neste momento, começou a troca de tiros. O adolescente que iniciou o confronto morreu ainda no local e o outro se entregou. Um estava dentro da Amarok e o outro no Fiat Uno, respectivamente.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quando o Siate chegou ao local, o adolescente já estava morto. O perito do Instituto de Criminalística, Fábio Mira, afirmou que o adolescente levou dois tiros, sendo um no maxilar direito e outro no tórax esquerdo saindo para o direito. Quando o perito chegou ao local, a arma não estava mais na mão do infrator, no entanto, quando o confronto aconteceu, ela estava em punho do menor.

O Instituto Médico-Legal (IML) chegou ao local por volta das 15h. Ninguém mais ficou ferido.

Com informações do repórter Celso Felizardo, do Grupo Folha

Atualizada às 15h54.
Fernanda Circhia - Redação Bonde
PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO

BARRIS DE PÓLVORA - Doenças fazem parte da rotina nas carceragens

Em Marilândia do Sul, presos foram diagnosticados com tuberculose; doenças de pele também são comuns entre os detentos

BARRIS DE PÓLVORA - Condições precárias em carceragens geram indenizações

Decisões favoráveis a presos do MS e RS levantam a polêmica sobre o pagamento de compensações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Assine a Folha de Londrina
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Folha de Londrina - Todos os direitos reservados